Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Centro de Sustentabilidade / Notícias / Quilombolas de Barra do Turvo fazem visita de capacitação à Universidade Metodista

Quilombolas de Barra do Turvo fazem visita de capacitação à Universidade Metodista

17/04/2015 21h05 - última modificação 17/04/2015 21h35

Foto Carlos Penteado-Cpisp.org.br

Um grupo de 10 pessoas da comunidade quilombola de Barra do Turvo, no Vale do Ribeira de São Paulo, estará na Universidade Metodista a partir de 4 de maio próximo, em visita de conhecimento e capacitação que deve durar cinco dias.

O “Cooperquilombo: solidariedade social e econômica” é um projeto de extensão universitária coordenado pelos professores Cláudio Rodrigo Torres, da Faculdade de Exatas e Tecnológicas, e Marco Aurélio Bernardes, da Faculdade de Gestão e Serviços. A iniciativa conta ainda com apoio da Cátedra Gestão de Cidades e do Núcleo de Formação Cidadã da Metodista.

Os quilombolas são ex-escravos fugitivos ou libertados que só no Estado de São Paulo formam 35 comunidades. Na Metodista os visitantes receberão capacitação em empreendedorismo social e sustentável, em processos administrativos, contabilidade e informática, em contratos de formalização, formação cidadã, em cooperativas (contratos, posse da terra, sustentabilidade) e em economia solidária, inclusive com visita à cooperativa de recicláveis Raio de Luz e à cooperativa Unimáquinas da SBCSol, incubadora gerida pela parceria da Metodista com Prefeitura de São Bernardo.

A Metodista também prepara atividades incluindo diálogo com alunos e participação no X Encontro de Movimentos Populares e Cidadania que estará acontecendo no campus Rudge Ramos na primeira semana de maio. A Faculdade de Teologia possibilitará a hospedagem durante os cinco dias e docentes apoiadores do projeto colaborarão em parte com as despesas de refeição, em função da dificuldade financeira do grupo.

CooperQuilombo

O projeto “Cooperquilombo: solidariedade social e econômica” faz parte do programa Formação Ambiental, Cidadã e Tecnológica de Lideranças Comunitárias para a Gestão de Projetos Sociais nas Comunidades Quilombolas de Barra do Turvo e busca fomentar processos emancipatórios de mobilização, implantação e avaliação de projetos sociais nestas comunidades. O objetivo é proporcionar autonomia aos grupos comunitários em ações relevantes para valorização de suas culturas e saberes, preservando suas identidades.

Como objetivo específico a ação visa a formalizar e apoiar o funcionamento de uma cooperativa com modelo próprio para comercialização de produtos agrícolas e artesanato. O Centro de Sustentabilidade da Metodista participa fazendo visitas regulares para observação e diálogo com lideranças e levantamento das necessidades. A universidade articula o desenvolvimento de um projeto de pesquisa e extensão em parceria com a Claflin University, a segunda universidade negra dos Estados Unidos, para encontrar soluções sustentáveis e preservar a cultura e conhecimento das comunidades quilombolas de Barra do Turvo. A parceria entre a Claflin University e a Universidade Metodista de São Paulo foi firmada em maio de 2013.

Esta matéria foi publicada no Jornal da Metodista.
Conheça Outras.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , , , , , , , , ,
TRABALHOS E CONGRESSOS
X
x