Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Núcleo de Educação em Direitos Humanos / Eventos / I Semana de Educação em Direitos Humanos / I Mostra de Educação em Direitos Humanos

I Mostra de Educação em Direitos Humanos

 

Tema: Educação e Religião na América Latina: Memória, Justiça, Libertação
Data: 16 a 19 de agosto
Público-Alvo: Pesquisadores, estudantes, entidades governamentais e organizações não-governamentais interessadas em divulgar seus trabalhos e investigações
Formato: Pôster
Período de inscrição: 24 de junho a 12 de agosto de 2010
Confira as Normas de inscrição de Pôsteres


A Mostra concentra-se na apresentação de pôsteres para propiciar maior participação de pesquisadores, nos mais diversos níveis e graus de formação, uma vez que não exige a participação presencial de todos os selecionados. Ao mesmo tempo, como a Universidade Metodista de São Paulo dispõe de recursos avançados de Educação a Distância (EAD), além de um Portal de Publicações Digitais (www.metodista.br/publicacoes e www.metodista.br/ppc/) os pôsteres poderão atingir alunos da Metodista de diversas partes do Brasil por intermédio dos recursos da EAD e ao público acadêmico e interessados em geral por meio do Portal da Metodista, de forma mais simples e efetiva.

Por envolver dois Programas de Pós-Graduação, em Educação (CAPES, nota 4) e Ciências da Religião (CAPES, nota 6), assim como os diversos cursos da Faculdade de Humanidades e Direito (Pedagogia, Direito, Filosofia, Letras, Ciências Sociais) e a Faculdade de Teologia (convidada a colaborar no evento), a chamada para a I Mostra dirige-se preliminarmente para pesquisadores destas áreas, embora possa ser atendida por pesquisadores que se interessem pelo tema da educação ou da religião na América Latina, em suas relações com direitos humanos, assim como pelas relações, complexas e multifacetadas, que ocorrem entre esses campos.

Assim, metodologicamente, a definição de critérios para a seleção dos trabalhos parte, primeiramente, da definição de eixos temáticos e subitens no interior de cada eixo, permitindo o primeiro critério, de cunho conceitual, que possibilita, ao mesmo tempo, abrir a amplitude possível para que se efetivem as inscrições, ao mesmo tempo em que permite manter o foco no interesse proposto pelo evento. Da mesma forma, a avaliação dos trabalhos ganha com essa definição de eixos temáticos, porque permite examinar e comparar trabalhos, e desse modo avaliá-los de forma mais apropriada.

Comunicar erros