Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Pós Graduação e Pesquisa / PIBIC / Projetos aprovados / 2009/2010 / Preconceito contra negros e sua ligação com caráter nacional do brasileiro

Preconceito contra negros e sua ligação com caráter nacional do brasileiro

O problema do preconceito contra negros é um tema frequentemente debatido na sociedade brasileira. Discussões sobre as políticas afirmativas são polêmicas e geram opiniões divergentes sobre o assunto. Pesquisas indicam que a população reconhece a existência do preconceito contra o negro, mas poucos admitem ser preconceituosos. Além disso, percebeu-se que o Brasil é visto como um país sem um tipo racial predominante e, por esta razão, a ocorrência de preconceito contra negros é inferior à apresentada nos Estados Unidos e na Europa. Notou-se, também, o estereótipo do brasileiro é de um sujeito amistoso, acolhedor e pouco trabalhador. Sendo assim, temos como objetivos: a) verificar a incidência de atitudes preconceituosas em relação ao negro e b) se o preconceito está relacionado ao estereótipo do brasileiro sobre si mesmo. O instrumento utilizado será a técnica de Diferencial Semântico. Este instrumento tem o propósito medir o significado afetivo das palavras e, portanto, pode ser considerada uma escala de atitudes. Participarão da pesquisa estudantes do primeiro semestre das áreas de Biológicas (Biomedicina e Fisioterapia), Humanas (Pedagogia e Direito), Exatas (Engenharia da Computação e Matemática) de uma universidade privada. Por não sabermos qual será a adesão à pesquisa, optamos por não definir um número total de participantes. Desta maneira, estabelece-se que a quantidade de pessoas dependerá da aceitação dos estudantes. O tempo de aplicação das escalas será definido após uma aplicação piloto. Com autorização do diretor da faculdade e do professor responsável pela aula, os estudantes serão convidados pelo pesquisador. Solicitaremos que os estudantes respondam à escala de Critério de Classificação Econômico Brasil (Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa (ABEP) e as escalas de Diferencial Semântico. Após o tratamento estatístico dos dados, em números absolutos e porcentagens, analisaremos os resultados sustentados teoricamente por autores da Psicologia Social Contemporânea, além do dialogo inevitável com outras ciências fronteiriças, como a Sociologia e Antropologia, assim como com a Filosofia. Levanta-se a hipótese de que o preconceito contra negros tenha relação com o estereótipo que o brasileiro tem de si.

Palavras-chave: 1) Preconceito 2) Negros 3) Caráter nacional

Comunicar erros