Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Assessoria Pedagógica para Inclusão / Dicas / Orientações imediatas para a inclusão do aluno com deficiência visual em sala de aula

Orientações imediatas para a inclusão do aluno com deficiência visual em sala de aula

"(...) amo a vida justamente porque, com todos os meus limites, realizei meus maiores sonhos" (Marco Antonio de Queiroz)


Nas aulas

  • A apresentação inicial do professor ao aluno é importante, visto que o aluno cego identificará seu professor pelo reconhecimento de sua voz.
  • Conhecimento da história deste aprendiz (quando perdeu a visão, estratégias de estudo já construídas, instituição que o acompanha, se possui memória visual, se necessita de material ampliado, se trabalha com Braile ou com softwares, etc.);
  • O conteúdo programático deve ser disponibilizado de forma digital ou em Braile, ou em forma ampliada para alunos com baixa visão;
  • Os textos e demais leituras que serão solicitados aos alunos devem ser convertidos a formatos acessíveis (Braile, áudio, texto eletrônico - email, doc. em disquete, CD, forma ampliada, etc.).
  • Quando forem trabalhadas imagens, explorar a fala narrativa e descritiva;
  • Quando forem trabalhados equipamentos, explorar a fala descritiva e o tato.
  • Caso o aluno deseje gravar (em áudio ou vídeo) a aula, ele deve obter autorização do professor em questão – o professor tem direito autoral sobre a sua aula.
  • A Bibliografia Básica da disciplina deve ser encaminhada (com antecedência) à Biblioteca Central para a produção do acervo digitalizado conforme a necessidade do aluno.

Indicamos algumas instituições, em São Paulo, que podem assessorar nos aspectos pedagógicos pertinentes à educação da pessoa com deficiência visual:


Na avaliação

  • Importa considerar a flexibilização da metodologia de avaliação conforme histórico do/a aluno/a (sabe Braile, utiliza softwares - DOSVOX, JAWS ou Virtual Vision -, utiliza reglete ou máquina Braile, necessita de material ampliado, etc.);
  • Devem ser exploradas as potencialidades da pessoa – foco na habilidade, não na deficiência, sem minimizar o grau de exigência;
  • O aluno ou professor, ao optar por uma forma adaptada de prova ou por algum apoio pedagógico, deve solicitar estes recursos (com antecedência mínima de 10 dias) junto à coordenação do curso.


Panorama de Recursos na Metodista
Laboratórios de Informática:

  • Dosvox instalado em duas máquinas de todos os laboratórios;
  • Virtual Vision instalado no L343 e no Laboratório Docente – Delta.


Biblioteca Central:

  • Biblioteca Digital para pessoas cegas – máquina disponível com o VIRTUAL VISION; produção de textos digitalizados.
  • Scanner Bookreader no Campus Rudge Ramos e Planalto

Obs. Textos dos docentes podem ser disponibilizados e serão protegidos, no sentido de acesso apenas por pessoas cegas.

Comunicar erros