Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / NEFE / Áreas envolvidas / Áreas envolvidas

Áreas envolvidas

O Núcleo de Referência em Esporte, Exercício Físico e Saúde Metodista é composto por seis áreas:

 

Medicina Esportiva    

A Medicina do Exercício e do Esporte, em uma Avaliação de Pré-Participação Esportiva (APP) de caráter interprofissional, objetiva entender o atual estado de saúde do indivíduo, para que o exercício físico ou o esporte possa contribuir com suas possíveis necessidades de saúde e, ao mesmo tempo, possa ser realizado de forma eficiente e segura. Os diversos órgãos serão examinados com um olhar particularmente mais atento para aqueles que mais se modificam sob a perspectiva do movimento humano. Os dados desta APP, em conjunto com os demais, nos dará a possibilidade de uma prescrição de mudança, ou melhoria, de estilo de vida, no qual o exercício físico terá um papel de protagonismo.

 

Psicologia    

A Psicologia do Esporte tem como objetivos: conhecer as emoções, pensamentos, ansiedades e motivações do atleta ou praticante de exercício físico antes, durante e depois da competição ou prática esportiva; e avaliar quais são as metas esportivas, a fim de orientar em situações de estresses, frustrações, expectativas, prevenção de lesão, adesão ao treinamento, bem como na valorização dos aspectos positivos que o ajudam na prática esportiva. O trabalho será realizado a partir de entrevista e questionário, levando em conta os objetivos acima apresentados, o que resultará em uma devolutiva específica e interprofissional. A partir da devolutiva, será discutido entre as áreas e o participante sobre as formas de continuidade e acompanhamento interprofissional para a prática esportiva. 

 

Fisioterapia    

Inserida no contexto interprofissional, a Fisioterapia realizará uma avaliação para detectar alterações que possam interferir na execução dos exercícios ou até mesmo nas atividades do dia a dia. A avaliação é ampla e analisa desde os pés, que são a base de apoio, até a realização de alguns movimentos comuns com os braços, o tronco e as pernas. Desta forma, é possível observar e descrever as principais alterações no corpo humano e, em relação à equipe interprofissional, é possível planejar as orientações e os cuidados que cada participante terá ao praticar a atividade física escolhida, a fim de evitar possíveis lesões e indicar a intervenção mais adequada. 


Educação Física    

A Educação Física estuda, medindo e avaliando os fenômenos (velocidade, agilidade, resistência, flexilidade  e força) relacionados ao crescimento e desenvolvimento do corpo humano, dando ênfase a composição corporal (massa magra e massa gorda). A massa magra é composta por tecido muscular, ósseo, sanguíneo e órgãos internos, sendo a musculatura/esquelética a principal responsável pelo gasto calórico de repouso e no exercício. A massa gorda, por sua vez, é composta pela gordura e possui funções orgânicas essenciais, como a proteção de órgãos, isolamento térmico e produção hormonal, por outro lado seu excesso ou baixa quantidade pode ser prejudiciais à saúde.   

A avaliação física apresenta resultados valiosos no que se refere às análises comparativas das diferentes estruturas como: circunferências corporais e comprimento dos membros superiores e inferiores.Por meio da avaliação, se constata: ganho, perda e/ou manutenção das estruturas corporais e, principalmente, detecta a existência de assimetrias (desequilíbrio) significativas entre os antímeros corporais (lado esquerdo e lado direito), essas informações se fazem necessárias para elaboração e ou manutenção do trabalho periodizado, bem como sua aplicabilidade na melhoria da qualidade de vida.


Nutrição    

A nutrição tem por objetivo identificar se todos os nutrientes necessários para promover a saúde e o rendimento esportivo estão sendo ofertados adequadamente. Com metodologia específica e entrevista individualizada, consumo e hábito alimentar são analisados e correlacionados à composição corporal, resultados de exames laboratoriais e condicionamento físico. Por meio dessas informações, é possível realizar uma devolutiva específica para os objetivos traçados pela equipe interprofissional.


Biomedicina    

Comunicar erros