Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / RPCOM / Sociedade & Meio Ambiente / Ser sustentável pode ser também saudável para o bolso?

Ser sustentável pode ser também saudável para o bolso?

Ter uma postura ecologicamente correta, além de salvar o planeta gera valor para a empresa

24/09/2016 00h17

A sustentabilidade como forma de gerar recursos

Juliana Campos
Marcus Nogueira
Foto: Nosso Blog Agência Analise


A palavra sustentabilidade aparece cada vez mais na mídia, nas escolas e nas empresas. Atualmente, o fator já se tornou algo essencial no mundo corporativo. Além de mostrar que a companhia está preocupada com o meio ambiente, as políticas sustentáveis ajudam a fidelizar clientes e governantes que também se identificam com as mesmas causas. Com esse diferencial, fica mais fácil bater de frente com concorrentes e se destacar no mercado.

Ao assumir compromissos sustentáveis, a empresa melhora sua imagem perante a sociedade, seus produtos, suas economias e até seus setores. Segundo a estudante de engenharia civil do Instituto Federal de São Paulo e experiente em consultoria em sustentabilidade pela ATA Sustentabilidade e Valor, Rafaela Russo de Carvalho, as empresas que possuem politicas sustentáveis são mais bem aceitas no mercado atual. Ela ainda ressalta que, além de gerar um impacto positivo na sociedade, a elaboração de políticas sustentáveis costuma criar novos vínculos e abrir caminhos para a companhia.

“Inserir a sustentabilidade na governança corporativa e, consequentemente, na tomada de decisões de uma organização é buscar um equilíbrio ao usar os recursos humanos, financeiros e ambientais que se tem à disposição”, explica Rafaela. Ela acredita que é esse tipo de ação que irá garantir a atuação da empresa de forma bem-sucedida e como uma referência no futuro.

A estudante também cita que as pessoas estão buscando produtos que sejam menos prejudiciais à saúde e ao meio ambiente. A produção de mercadorias sustentáveis usa menos materiais não renováveis do que o processo convencional, auxiliando na preservação do planeta. Portanto, empresas que adotam esse processo mais cuidadoso tendem a ser mais procuradas pelos clientes que se preocupam com a preservação da natureza.

“Todo investimento em sustentabilidade, que é bem gerido e reduz a exploração de determinados recursos na cadeia de produção, gera valor ao produto final. Isso faz com que o público alvo desse produto opte por ele”, afirma Rafaela. A estudante comenta que isso também ajuda a transformar a cultura da população quando o assunto é inserir sustentabilidade no dia a dia.

Mas será que ser sustentável também é saudável para o bolso? Rafaela afirma que sim. Essa pratica auxilia na preservação do ecossistema e também na hora de cortar gastos. É possível melhorar o ambiente de trabalho e reduzir despesas relacionadas a energia, impressão, produção e mão de obra.

“No contexto do ambiente empresarial, a sustentabilidade pode ser aplicada em linhas de produção, intervindo em cada etapa produtiva, por meio da observação de potenciais com quais se possa reaproveitar recursos, gerar menos resíduos, e possivelmente aperfeiçoar a produtividade de equipamentos para reduzir o consumo energético”, conta Rafaela.

No ambiente de escritório, que depende bastante de computadores e iluminação, o maior problema é a energia elétrica. É possível investir em métodos para diminuir os gastos, por exemplo, substituindo as lâmpadas convencionais por modelos de LED. Além de serem mais econômicas, elas tendem a durar mais. Outra opção é dar preferência a materiais digitais ao invés de impressos, e sempre reciclar o que der. “Também é possível reduzir o consumo de água por meio de redutores de pressão em torneiras”, completa a consultora.

Em termos gerais, é possível concluir que a sustentabilidade é uma grande parceira das empresas nos dias atuais. Com ela, é possível melhorar a qualidade dos produtos sem grandes alterações no valor final, reduzindo uma série de custos e aprimorando a imagem corporativa. De quebra, as políticas sustentáveis ajudam na preservação da natureza e colaboram para o desenvolvimento de um mundo melhor.

Comunicar erros