Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / RPCOM / Nosso Campus / Universidade Metodista promove o hábito de leitura

Universidade Metodista promove o hábito de leitura

Projeto Ler e Conhecer faz uma jornada para semear a cidadania

05/11/2014 23h08

Rodrigues, aluno de Análise e Desenvolvimento da Universidade Metodista

Marcio Oliveira
Rafael Gomes

Coerente com seu compromisso de promover do ensino de qualidade e sua missão em propagar a cidadania, a Universidade Metodista de São Paulo apresenta o projeto de extensão Ler e Conhecer.

 Com o objetivo de promover ações que agucem o prazer pela leitura, o projeto consiste em atividades que propagam o compartilhamento de experiências e conhecimento, facilitando a interação entre os alunos, com o intuito de transformar a leitura em um hábito prazeroso e lucrativo.

Ler é um prazer e um direito de todos, capaz de organizar a visão que temos do mundo. E a Universidade Metodista apoia diretamente que a leitura não é apenas uma obrigação do estudante e sim como uma ação de cidadania.

“Ler é uma grande vantagem nessa fase, onde nos preparamos para o mercado de trabalho. A leitura contribui para o acúmulo de conhecimento, repertório que podemos usar para o resto de nossas vidas, já que essa leitura, quando bem escolhida torna cada um de nós um cidadão mais culto, com uma visão ampla do que acontece nos bastidores, atrás de cada página”, afirma Felipe Rodrigues Gil, estudante de Análise e Desenvolvimento de Sistemas da Universidade Metodista de São Paulo e um conhecedor do projeto de extensão Ler e Conhecer.

O projeto sabe que a intervenção da tecnologia na vida da sociedade acadêmica, acaba por influenciar a perca do hábito da leitura, já que com apenas um clique, todos nós podemos acessar uma ampla diversidade de informações. Mas a luta continua, demonstrar o lado positivo de folhear algumas páginas é a principal bandeira do projeto de extensão, que está trilhando uma bela história nas páginas da Universidade Metodista.

“Quando leio, parece que sou transportado para uma realidade fora do comum, sou desligado por algum tempo, absorvendo cada letra bem desenhada, aprendo para, quem sabe, ensinar outras pessoas que precisem de conhecimento”, completa Felipe Rodrigues.

 

 

 

Comunicar erros