Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Pós-Graduação em Ciências da Religião / Estrutura do Programa / Planos de Ensino - 2º Semestre de 2013 / Questões de método em Teologia

Questões de método em Teologia

Ementa

Estuda diferentes métodos teológicos elaborados em diálogo e confronto com a tradição judaico-cristã, seus pressupostos hermenêuticos, seu lugar de produção e desenvolvimento e sua relação com a cultura e a religião.

Objetivos
Identificar os principais aspectos metodológicos e de conteúdos que interpelam mais diretamente os processos de renovação teológica e sistematizar as principais implicações teóricas e práticas da formação de uma lógica plural na reflexão teológica e as conseqüências disso para o conjunto da sociedade.

As discussões visão tratar do método teológico a partir da identificação de aspectos que, nas últimas décadas, têm limitado ou facilitado o seu alargamento e conseqüentemente oferecido menor ou maior capacidade de formulação de respostas teológicas consistentes diante da complexidade da realidade social e cultural latino-americana.

Conteúdo Programático

A importância dos estudos culturais para a reflexão teológica na atualidade.
Análise do significado da revisão do marxismo na teologia latino-americana e as perspectivas críticas ad intra que advogam um alargamento metodológico e de conteúdos para a teologia.
Teologia e diversidade cultural. A importância da lógica plural para a teologia contemporânea.
O valor da pluralidade, da subjetividade e da ecumenicidade para o método teológico.

Passos metodológicos básicos

Identificação, a partir de bases bibliográficas, dos principais aspectos dos estudos culturais, e posterior análise da importância deles para a reflexão teológica.
Inventário das análises anteriormente feitas sobre o significado da revisão do instrumental marxista na teologia latino-americana.
Balanço das perspectivas críticas sobre os limites e o alcance da teologia latino-americana, a partir da produção bibliográfica dos teólogos Hugo Assmann, José Comblin, Juan Luis Segundo e Julio de Santa Ana.
A sacralidade da literatura como desafio para os métodos teológicos.
Análise da importância que a dimensão ecumênica possui para o método teológico e como a teologia das religiões se coloca como desafio metodológico.
Sistematização dos principias aspectos relativos ao método teológico, considerando os objetivos e as referências teóricas da disciplina.

Critérios de avaliação

Verificação das leituras propostas e participação nos debates realizados em aula.
Produção de texto monográfico.

Textos-Base

RIBEIRO, Claudio de Oliveira. “Teologia é no Plural: Hugo Assmann e a Teologia Latino-Americana da Libertação”. Estudos de Religião, (24) 38, junho de 2010, pp. 92-100.
ASSMANN, Hugo. “Teologia da Solidariedade e da Cidadania. Ou seja: continuando a Teologia da Libertação” (pp. 13-36). In: Crítica à Lógica de Exclusão: ensaios sobre economia e teologia. São Paulo-SP, Paulus, 1994.
ASSMANN, Hugo. “Paradigmas ou cenários epistemológicos complexos” (41-66). In: FABRI DOS ANJOS, Márcio. (org.). Teologia aberta ao futuro. São Paulo-SP, Loyola/Soter, 1997.
ASSMANN, Hugo. “Por uma teologia humanamente saudável” (pp. 115-130). In: SUSIN, Luis.Carlos. (org.) O mar se abriu: Trinta anos de teologia na América latina. São Paulo-SP, Loyola/SOTER, 2000.
CASTILHO CORONADO, Jesús. “O projeto teológico de Juan Luis Segundo no contexto das teologias da libertação latino-americana” (pp. 3-42. In: Livres e Responsáveis: o legado de Juan Luis Segundo. São Paulo-SP, Paulinas, 1998.COMBLIN, José. “SOTER: 20 Anos” (pp. 455-464). In: FREITAS, Maria Carmelita (org.). Teologia e Sociedade: relevância e funções. São Paulo-SP, Paulinas & SOTER, 2006.
COMBLIN, José. “Nota sobre a tarefa de uma teologia as libertação no final do século XX” (pp. 187-192). In: FABRI DOS ANJOS, Márcio. (org.). Teologia aberta ao futuro. São Paulo-SP, Loyola/Soter, 1997.
SANTA ANA, Julio. “Diálogos inter-religiosos: dificuldades e promessas” (pp. 99-117). In: SOTER (org.). Religiões e Paz Mundial. São Paulo-SP, Paulinas, 2010.

Textos do docente [para referência das aulas]

“Por novos rumos: pressupostos metodológicos e pastorais para uma nova teologia” (pp. 13-54). In: Teologia em Curso: temas da fé cristã em foco. São Paulo-SP, Paulinas, 2010.
“A Teologia da Libertação Morreu?”. Revista Eclesiástica Brasileira, 63(250), abril 2003, pp. 320-353.

Bibliografia

Básica

ASSMANN, Hugo. Crítica à Lógica de Exclusão: ensaios sobre economia e teologia. São Paulo-SP, Paulus, 1994

FABRI DOS ANJOS, Márcio. (org.). Teologia aberta ao futuro. São Paulo-SP, Loyola/Soter, 1997.

RIBEIRO, Claudio de Oliveira. A Teologia da Libertação Morreu? Reino de Deus e Espiritualidade Hoje. São Paulo-SP, Fonte Editorial, 2010.

SOTER (org.). Religiões e Paz Mundial. São Paulo-SP, Paulinas, 2010.

SUSIN, Luis.Carlos. (org.) O mar se abriu: Trinta anos de teologia na América latina. São Paulo-SP, Loyola/SOTER, 2000.

Complementar

ALVES, Rubem. Dogmatismo e Tolerância. São Paulo-SP, Paulinas, 1982.

ASSMANN, Hugo. Desafios e Falácias: ensaios sobre a conjuntura atual. São Paulo-SP, Paulinas, 1991.

BHABHA, Homi K. O Local da Cultura. Belo Horizonte-MG, Editora UFMG, 2001.

BAUMAN, Zygmunt. Globalização: as conseqüências humanas. Rio de Janeiro-RJ, Jorge Zahar Editora, 1998.

BINGEMER, Maria Clara L (org.). O impacto da modernidade sobre a religião. São Paulo-SP, Loyola, 1992.

BOFF, Clodovis. Teologia e Prática: Teologia do político e suas mediações. Petrópolis-RJ, Vozes, 1978.

____ . Teoria do Método Teológico. Petrópolis-RJ, Vozes, 1998.

CANCLINI, Nestor. Consumidores e Cidadãos: conflitos multiculturais da globalização. Rio de Janeiro-RJ, UFRJ, 1996.

____ . Culturas Híbridas: estratégias para entrar e sair da modernidade. São Paulo-SP. EDUSP, 1997.

COMBLIN, José. O Tempo da Ação: ensaio sobre o Espírito e a História. Petrópolis-RJ, Vozes, 1982.

­____ . Cristãos Rumo ao Século XXI: nova caminhada de libertação. São Paulo-SP, Paulus, 1996.

____ . O Povo de Deus. São Paulo-SP, Paulus, 2002.

FABRI DOS ANJOS, Márcio. (org.) Teologia e Profissão. São Paulo-SP. Loyola, 1996.

____ . Teologia e novos Paradigmas. São Paulo-SP, Loyola, 1996.

____ . Teologia aberta ao futuro. São Paulo-SP, Loyola/Soter, 1997.

FIORENZA, Elizabeth Schüssler. Jesus e a Política da Interpretação. São Paulo-SP, Loyola, 2005.

FORRESTER, Viviane. O Horror Econômico. São Paulo-SP, Ed. UNESP, 1997.

FREITAS, Maria Carmelita (org.). Teologia e Sociedade: relevância e funções. São Paulo-SP, Paulinas & SOTER, 2006.

HAIGHT, Roger. Dinâmica da Teologia. São Paulo-SP, Paulinas, 2004.

____. Jesus Símbolo de Deus. São Paulo-SP, Paulinas, 2003.

____. O Futuro da Cristologia. São Paulo-SP, Paulinas, 2008.

HICK, John. A metáfora do Deus encarnado. Petrópolis-RJ, Vozes, 2000.

____. O caráter não absoluto do cristianismo, in: Lúmen, vol. 1, no. 1, dezembro/1998.

IANNI, Otávio. Teorias da Globalização. 2 ed. Rio de Janeiro-RJ, Civilização Brasileira, 1996.

MAGALHÃES, Antônio Carlos. Deus no Espelho das Palavras: Teologia e Literatura em Diálogo. São Paulo-SP, Paulinas, 2000.

MARASCHIN, Jaci (org.). Teologia sob Limite. São Paulo-SP, ASTE, 1992.

MO SUNG, Jung. Teologia e Economia: repensando a Teologia da Libertação e utopias. Petrópolis-RJ, Vozes, 1994.

____ .Sujeito e Sociedades Complexas: para repensar os horizontes utópicos. Petrópolis-RJ, Vozes, 2002.

NEVILLE, Robert Cummings (org.). A Condição Humana: um tema para religiões comparadas. São Paulo-SP, Paulus, 2005.

RIBEIRO, Claudio de Oliveira. “A Teologia da Libertação Morreu?”. Revista Eclesiástica Brasileira, 63(250), abril 2003, pp. 320-353.

____ . “Religiões e salvação: indicações para o diálogo inter-religioso na teologia de Paul Tillich”. Numen – Revista de Estudos e Pesquisa da Religião, Vol. 3, n. 2, jul/dez 2000, pp. 31-46.

____ . Teologia em Curso: temas da fé cristã em foco. São Paulo-SP, Paulinas, 2010.

RIBEIRO, Claudio de Oliveira & BITTENCOURT FILHO, José. (orgs.) Por uma nova teologia latino-americana: A teologia da proscrição. São Paulo-SP, Paulinas, 1996.

RUETHER, Rosemary. Sexismo e Religião. São Leopoldo-RS, Sinodal, 1993.

SANTA ANA, Júlio. Pelas Trilhas do Mundo, a caminho do Reino. São Bernardo do Campo-SP, Imprensa Metodista, 1985.

____ . O Amor e as Paixões: crítica teológica à economia política. Aparecida-SP, Santuário, 1989.

SEGUNDO, Juan Luis. O Dogma que Liberta: fé, revelação e magistério dogmático. São Paulo-SP, 1991.

––––. Que Mundo? Que Homem? Que Deus? Aproximações entre ciência, filosofia e teologia. São Paulo-SP, Paulinas, 1995.

SOARES, Afonso Maria Ligório. No Espírito do Abbá: fé, revelação e vivências plurais. São Paulo, Paulinas, 2008.

SOTER (org.) Corporeidade e Teologia. São Paulo-SP, Paulinas, 2005.

SUSIN, Luis.Carlos. (org.) O mar se abriu: Trinta anos de teologia na América latina. São Paulo-SP, Loyola/SOTER, 2000.

____ . Sarça Ardente: Teologia na América Latina: prospectivas. São Paulo-SP, Paulinas/SOTER, 2000.

____ .Teologia para Outro Mundo Possível. São Paulo-SP, Paulinas, 2006.

TRASFERETTI, José & GONÇALVES, Paulo Sérgio Lopes (orgs.). Teologia na Pós-Modernidade: abordagens epistemológica, sistemática e teórico-prática. São Paulo-SP, Paulinas, 2003..

VIGIL, José Maria, et al. (org). Pelos muitos caminhos de Deus. Desafios do pluralismo religioso à Teologia da Libertação. Goiânia-GO, Editora Rede, 2003

____ . Pluralismo e Libertação: por uma teologia latino-americana pluralista a partir da fé cristã. São Paulo-SP, Loyola, 2005.

____ . Teologia Latino-Americana Pluralista da Libertação. São Paulo-SP, Paulinas, 2006.

____ . Teologia Pluralista Libertadora Intercontinental. São Paulo-SP, Paulinas, 2008.

____ . Por uma Teologia Planetária. São Paulo-SP, Paulinas, 2011.

VIGIL, José Maria. Teologia do Pluralismo Religioso: para uma releitura pluralista do cristianismo. São Paulo-SP, Paulus, 2006.

Comunicar erros

SOBRE O PROGRAMA