Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Pós-Graduação em Ciências da Religião / Estrutura do Programa / Planos de Ensino - 2º Semestre de 2013 / Exercícios exegéticos

Exercícios exegéticos

Docente: Prof. José Ademar Kaefer

Período: 2º Semestre 2013

Créditos: três (3)

Horário: Quarta-feira: 09:00 às 11:30

1) Tema: Exegese do livro de Coélet (Eclesiastes)

2) Ementa: Fazer o exercício da exegese no estudo do livro de Coélet (Eclesiastes) e através dela descobrir o conteúdo desta obra e o entorno que influenciou sua composição.

3) Justificativa: O livro de Coélet tem sido incompreendido por muitos estudiosos. “Só uma singular vaidade ou uma rara inconsciência pode levar alguém a escrever sobre o Eclesiastes”, diz Jacques Ellul (La razon de ser, p.17); “Em base a que você defenderia a inclusão do Eclesiastes no Cânon da Bíblia Hebraica?”, pergunta Stanfford Wright (The Interpretation of Ecclesiastes, p. 17); “É um livro estranho”, diz Haroldo de Campos, “parece um fragmento insurrecto, imbricado anacronicamente no cânon bíblico” (Qohelet/ o – que – sabe, p. 31); e, para fechar, a frase conhecida como a maldição de F. Delitzsch: “todas as tentativas para mostrar na totalidade da obra do Eclesiastes, não somente a unidade de inspiração, mas uma progressão genética, um plano de conjunto e uma estrutura orgânica fracassaram até o presente e fracassarão para o futuro” (citado por E. Glasser, O processo da felicidade por Coelet, p.8). Não pensamos assim. O livro de Coélet, lido a partir da realidade de opressão e exclusão, e situado em seu contexto histórico, é um livro atual e inspirador. De “velho pessimista” Coélet passa a denunciante de injustiças, incitante à vida e utópico, um profeta dos tempos modernos.

4) Objetivos: Fazer o estudo exegético do livro de Coélet; Oferecer ao aluno ferramentas para o exercício da exegese e acompanhá-lo em seu desenvolvimento; Conhecer o helenismo e seus impactos no mundo do Antigo Oriente; Valorizar a hermenêutica sociológica enraizada no cotidiano da América Latina; Interagir com as demais disciplinas do programa.

5) Metodologia: Apresentação geral do livro de Coélet: estrutura, autoria, conteúdos principais, data da composição, questões atuais no debate sobre o livro de Coélet; Estudo do Helenismo: principais características, a nova ideologia do ocidente, sua influência e confronto com o mundo judaico; Sabedoria grega X sabedoria semita; A economia da polis, a moeda, o escravagismo, a classe comercial etc. Exegese de perícopes em conjunto com os/as alunos/as e sua apresentação em sala de aula.

6) Conteúdo programático:

a) Estudar a possível estrutura do livro de Coélet

b) Situá-lo em seu contexto histórico

c) Analisar a partir da obra o que foi o Helenismo, particularmente seu sistema de produção escravagista e comercial, e o impacto causado nas sociedades do Antigo Orientem Próximo.

d) Analisar as possíveis fontes que influenciaram a composição, forma e conteúdo, do livro.

e) Fazer a exegese de perícopes.

f) Estudar a filologia própria do livro de Coélet.

7) Avaliação: Participação dos alunos/as nos debates; leitura dos textos sugeridos; exegese e apresentação de uma perícope.

8) Bibliografia:

ARISTÓTELES, Política, Mário da Gama Kury (tradutor), Universidade de Brasília, Brasília, 1997, 321p.

BARCLAY, John M. G., Jews in the Mediterranean Diaspora - From Alexander to Trajan (323 BCE –117 CE), T&T Clark, Edinburgh, 1996, 522p.

BARTON, George Aaron, “A Critical and Exegetical Commentary on the Book of Ecclesiastes, T&T Clark, Edinburch, London, 1980, 201p.

BARUCQ, André “O salmo 49 e o livro de Qohéleth”, in: Atualidades Bíblicas, Joaquim Salvador (organizador), Editora Vozes, Petrópolis, 1971, p.297-308

BARUCQ, André, Eclesiastés – Qoheleth, Ediciones Fax, Madrid, 1971, 206p.

BETLYON, John Wilson, “The Provincial Goverment of Persian Period Judea and the Yehud Coins”, in: Journal of Biblical Literature, v.105, fasc.4, Society of Biblical Literature, Atlanta, 1986, p.633-642

CAMPOS, Haroldo,  Qohélet / o-que-sabe, Editora Perspectiva, São Paulo, 1990, 247p.

COLLINS, John J., Jewish Wisdom in the Hellenistic Age, Westminster John Knox Press, Louisville, 1997, 275p.

CRENSHAW, James L., “Book of Ecclesiastes”, in: The Anchor Bible Dictionary, v.2 Doubleday, New York, 1992, p.271-280

________, Eclesiastes, The Westminster Press, Philadelphia, 1987, 192p.

DORÉ, Daniel, “Eclesiastés y Eclesiástico o Qohélet y Sirácida”, in: Cuadernos Bíblicos, n.91, Editora Verbo Divino, Estella, 1997, 72p.

ELLUL, Jacques, La razón de ser – Meditación sobre el Eclesiastés, Editorial Herder, Barcelona, 1989, 315p.

FERNÁNDEZ, Víctor M., “El valor de la vida presente en Qohelet”, in: Revista Bíblica, v.52, n.38, Buenos Aires, 1990, p.99-113

FELDAMAN, Luis H. e REINHOLD, Meyer, Jewish Life and Thought Among Greeks and Romans, Fortress Press, Minneapolis, 1996, 436p.

FOX, Michael V., “The Meaning of Hebel for Qohelet”, in: Journal of Biblical Literature, v.105, fasc.3, Society of Biblical Literature, Atlanta, 1986, p.409-427

FREDERICKS, Daniel C., “Chiasm and Parallel Structure in Qoheleth 5,9-6,9, in: Journal of Biblical Literature, v.108, Society of Biblical Literature, Atlanta, 1989, p.17-35

FREDERICKS, Daniel C., Coping with Transience: Ecclesiastes on Brevity in Life, JSOT Press, England, 1993, 111p.

GALLAZZI, Ana Maria Rizzante, “No xeol não existe sabedoria”, in: Estudos Bíblicos, n.56, Editora Vozes, Petrópolis, 1998, p.11-15

GALLAZZI, Ana Maria Rizzante e GALLAZZI, Sandro, “O teste dos olhos, o teste da casa, o teste do túmulo - Uma chave de leitura do livro de Coelet”, in: Revista de Interpretação Bíblica Latino-Americana, n.14, Editora Vozes, Petrópolis, 1993, p.50-72

________, “A mulher é mais amarga do que a morte (?)”, in: Estudos bíblicos, n.56, Editora Vozes, Petrópolis, 1998, p.16-25.

GALLAZZI, Sandro, “Eu e meus filhos caminharemos na aliança dos nossos pais  - O confronto entre o campesinato judaíta e o helenismo”, in: Revista de Interpretação Bíblica Latino-America, n.11, Editora Vozes, Petrópolis, 1992, p.75-90

GARLAN, Yvon, Guerra e economia na Grécia antiga, Editora, Papirus, Campinas, 1991, 203p.

GASS, Ildo Bohn, “O trabalho como ideal: projeto de Eclesiastes”, in: Estudos Bíblicos, n.49, Editora Vozes, Petrópolis, 1994, p.22-27

GATTIONI, Carlos T., El sentido de la vida - Reflexiones sobre el Eclesiastés, Ediciones La Aurora, Buenos Aires, 1990, 146p.

GORDIS, Robert, Koheleth the Man and his World: a Study of Ecclesiastes, Schocken Books, New York, 1968, 421p.

GUTIÉRREZ RODRÍGUEZ, Jorge Luis, “A lei, a fadiga e o vazio no livro de Eclesiastes”, in: Estudos Bíblicos, n.51, Editora Vozes, Petrópolis, 1995, p.32-43

________, “Que proveito tem Adam de todo seu trabalho com que se afadiga debaixo do sol? (Ecl 1,2)”, in: Revista de Interpretação Bíblica Latino-Americana, n.30, Editora Vozes, Petrópolis, 1998, p.39-46

HAYES, John H. e MILLER, J. Maxwell, “The Hellenistic and Maccabaen Periods - Literary Sources and Archaeological Evidence”, in: Israelite & Judaean History, Trinity International, Philadelphia, 1977, p.539-585

HENGEL, Martin, Judaism and Hellenism - Studies in their Encounter in Palestine During the Early Hellenistic Period, SCM Press, London, 1974, 314p.

ISAKSSON, Bo, Studies in the Language of Qoheleth - With Special Emphasis on the Verbal System, Almqvist & Wiksell International, Uppsala Stockholm, 1987, 232p.

JARICK, John (editor), A Comprehensive Bilingual Concordance of the Hebrew and Greek Texts of Ecclesiastes, Scholars Press, Atlanta, 1993, 291p.

JOHNSTON, Robert K., “ ‘Confessions of a Workaholic’: A Reappraisal of Qoheleth”, in: Catholic Biblical Quarterly, v.38, Catholic Biblical Association of America, Washington , 1976, p.14-28

JONG, Stephan de, “Sai do meu sol! - Eclesiastes e a tecnocracia helenística”, in: Revista de Interpretação Bíblica Latino-Americana, n.11, Editora Vozes, Petrópolis, 1992, p.66-74

________, “El sabio con  el martillo - Presentación del libro del Eclesiastés”, in: Biblito, n.39, Santiago, 1991, p.3-9

JOSEFO, Flávio, História dos hebreus, v.3, Editora das Américas, São Paulo, 421p.

KAEFER, José Ademar e JARSCHEL, Haidi (orgs.), “Dimensões sociais da fé do Antigo Israel – Uma homenagem a Milton Schwantes”, Paulinas, São Paulo, 2007.

_________, “‘Há uma doença debaixo do sol’ – uma introdução ao livro de Coélet”. em: J.A. Kaefer e H. Jarschel (orgs.), Dimensões sociais da fé do Antigo Israel - Uma homenagem a Milton Schwantes. São Paulo, 2007, p.271-298.

KUGEL, James L., “Qohelet and Money”, in: Catholic Biblical Quarterly, v.51, Catholic Biblical Association of America, Washington, 1989, p.32-49

KURT, Amélie e WHITE, Susan Sherwin (editores), Hellenism in the East, University of California Press, Los Angeles, 1987, 192p.

LOHFINK, Norbert, Kohelet, Echter Verlag, Stuttgart, 1980, 86p.

________, “Kohelet und die Banken: zur Übersetzung von Kohelet V 12-16”, in: Vetus Testamentum, 39, 1989, p.488-495

________, “Qohelet 5,17-19 – Revelation by Joy” in: Catholic Biblical Quarterly, v.52, Catholic Biblical Association of America, Washington, 1990, p.625-635

LONGMAN ,Tremper, The Book of Ecclesiastes - The New International Commentary on the Old Testament, Eerdmans, Michigan, 1989, 306p.

MADDEN, Frederic C., History of Jewish Coinage, Pegasus Publishing, San Diego, 1967, 350p.

MENDELS, Doron, Identity, Religion and Historiography – Studies in Hellenistic History, Sheffield Academic Press, London, 1998, 480p.

MICHAUD, Robert, Qohelet y el helenismo, Editora Verbo Divino, Estella, 1988, 275p.

MOMIGLIANO, Arnoldo, Alien Wisdom – the Limits of Hellenization, Cambridge University Press, New York, 1998, 176p.

MONZO, Julio Navarro, Helenismo y judaismo, Federación Sudamericana de Asociaciones Cristianas de Jóvens, Montevideo, 1926, 178p.

MOXNES, Halvor, A economia do reino – conflito social e relações econômicas no Evangelho de Lucas, Paulus,  São Paulo, 1995, 166p.

MURPHY, Roland E., “Eclesiastes (Qohelet)”, in: Comentário Bíblico San Jerónimo II - Antiguo Testamento, Raymond E. Brown e Joseph  A.  Fitzmyer (coordenadores), Ediciones Cristiandad, Madrid, 1971, p.507-523

________, “On Translating Ecclesiastes”, in: Catholic Biblical Quarterly, v.53, Catholic Biblical Association of America, Washington , 1991, p.571-579

________, “Worship, Officials, Wealth and its Uncertainties – Ecclesiastes 5,1-6,7”, in: Reflecting With Solomon - Selected Studies on the Book of Ecclesiastes, ZUCK Roy B. (editor), Baker Books, Michigan, 1994, p.281-290

PERRY, T. A., Dialogues with Kohelet - The Book of Ecclesiastes, The Pennsylvania State University Press, Pennsylvania, 1993, 210p.

RAVASI, Gianfranco, Coélet, Edições Paulinas, São Paulo, 1993, 350p.

RUDMAN, Dominic, “A Contextual Reading of Ecc 4,13-16”, in: Journal of Biblical Literature, v.116, fasc.1, Society of Biblical Literature, Atlanta, 1997, p.57-73.

________, “Woman as a Divine Agent in Ecc”, in: Journal of Biblical Literature, v.116, fasc.3, Society of Biblical Literature, Atlanta, 1997, p.411-427

SCOTT, R.B.Y, Proverbs – Ecclesiastes, Doubleday, New York,1965, 257p.

SHEPPARD, Gerald T., “The Epilogue to Qoheleth as Theological Commentary”, in: Catholic Biblical Quarterly, v.39, Catholic Biblical Association of America, Washington, 1977, p.182-189.

SILVA, Airton José da. Os instrumentos da helenização. In: “Estudos Bíb.” 61, Vozes, Petrópolis, 1999, p.23-37.

SOW, C. L., “Linguistic Evidence and Dating of Qohelet”, in: Journal of Biblical Literature, v.115, fasc.4, Society of Biblical Literature, Atlanta, 1996, p.643-666

STEPHANUS, Irene, “Coélet”, in: Revista de Interpretação Bíblica Latino-Americana, n.15, Editora Vozes, Petrópolis, 1993, p.60-67

TAMEZ, Elsa, “La razón utópica de Qohelet”, in: Pasos, n.52, Departamento Ecuménico de Investigaciones, San José, 1994, p.9-23.

TCHERIKOVER, Victor, Hellenistica Civilization and the Jews, JPS, Philadelphia, 1959, 566p.

VÍLCHEZ, José, Eclesiastés o Qohelet, Editora Verbo Divino, Estella, 1994, 507p.

ZUCK, Roy B. (editor), Reflecting With Solomon - Selected Studies on the Book of Ecclesiastes, Baker Books, Michigan, 1994, 426p.

WISE, Michael O., “A Calque from Aramaica in Qoheleth 6,12; 7,12 and 8,13”, in: Journal of Biblical Literature, v.109, fasc.2, Society of Biblical Literature, Atlanta, 1990, p.249-257

WRIGHT, Addison G., The Riddle of the Sphinx: The Structure of the Book of Qoheleth, in: Catholic Biblical Quarterly, v.30, Catholic Biblical Association of America, Washington DC, 1968, p.313-334

Comunicar erros

SOBRE O PROGRAMA