Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Pós-Graduação em Ciências da Religião / Estrutura do Programa / Planos de ensino - 1º semestre de 2014 / Religião, sociedade e cultura

Religião, sociedade e cultura

Universidade Metodista de São Paulo
Faculdade de Humanidades e Direito
Curso de Pós-Graduação em Ciências da Religião

Disciplina: Religião, Sociedade e Cultura: questões epistemológicas
Disciplina obrigatória da área: Religião Sociedade e Cultura.
Docentes: Prof. Dr. Lauri Emilio Wirth
Semestre de 2014.
Dia e Horário: Quarta-Feira, das 09:00 às 11:30


I . EMENTA


Esta disciplina “Analisa o processo de produção de conhecimento acerca da relação entre religião, sociedade e cultura, mapeando os paradigmas teóricos e correntes interpretativas das dinâmicas religiosas em contextos culturais diversos” (Conforme ementário de disciplinas no catálogo do Programa).

II. OBJETIVOS


O curso pretende analisar criticamente a invenção da religião como objeto de pesquisa e problematizar as dimensões culturais e sociais implicadas neste processo. Procura também identificar a geopolítica do conhecimento subjacente aos estudos chamados clássicos da religião, confrontando-os com uma possível ecologia de saberes religiosos.

III. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. Por que uma disciplina obrigatória da Área de Concentração Religião, Sociedade e Cultura?

2. As origens da religião como objeto de pesquisa: WIRTH, Lauri Emilio. Religião e epistemologias pós-coloniais. In: PASSOS, João Décio; USARSKI, Frank (Orgs.). Compêndio de Ciência da Religião. São Paulo: Paulinas / Paulus, 2013, p. 129-142; NONGBRI, Brent. Befor Religion: A Historio f a Modern Concept. London: Yale University Press, 2013, p. 1-14.

3. Secularização, racionalismo e desencantamento do mundo no ocidente cristão. Texto base para o debate: PIERUCCI, Antônio Flavio. O desencantamento do mundo: todos os passos do conceito em Max Weber. São Paulo: Editora 34, 2003, p. 25-59.

4. Ética protestante e o espírito do capitalismo: WEBER, Max. A ética protestante e o “espírito do capitalismo”. São Paulo: Companhia das Letras, 2004, p. 25-69.

5. Religião, sociedade e cultura diante das pretensões de um império global. Texto base para o debate: MÍGUEZ, Nestor; RIEGER, Joerg; SUNG, Jung Mo. Para além do espírito do império: novas perspectivas em política e religião. São Paulo: Paulinas, 2012, p. 15-46; PACE, Enzo. Ciência da Religião aplicada às relações internacionais. In: PASSOS, João Décio; USARSKI, Frank (Orgs.). Compêndio de Ciência da Religião. São Paulo: Paulinas / Paulus, 2013, p. 589-601.

6. A ciência e os outros saberes. Texto base para o debate: WESTHELLE, Vitor. Outros saberes: Teologia e ciência na modernidade. In: Estudos Teológicos 3(1995), 258-278.

7. Conhecimento teórico e sua relação com a prática religiosa. Texto base para o debate: CERTEAU, Michel de. 1. A invenção do cotidiano: artes de fazer – nova edição, estabelecida e apresentada por Luce Giard. 2.ed., Petrópolis: Vozes, 1994, p. 131-149.

8. Espaços sagrados e a sacralização do mundo. Texto base para o debate:: ELIADE, Mircea. O sagrado e o profano. (Tradução de Rogério Fernandes). São Paulo, Martins Fontes, 1992, - Primeiro capítulo.

9. Cristianismo e a religião dos outros I. Texto base para o debate: Popol Vuh: mito dos quiché da Guatemala sobre sua origem do milho e a criação do mundo. In: SUESS, Paulo. A conquista espiritual da América espanhola. Petrópolis, Vozes, 1992, p. 26-36.

10. Cristianismo e a religião dos outros II. Texto base para o debate: CHAMORRO, Graciela. A espiritualidade guarani: uma teologia ameríndia da palavra. São Leopoldo: Sinodal, 1998, p. 56-118.

11. Cristianismo e a religião dos outros III. Texto base para o debate: BERKENBROCK, Volney J. A experiência dos orixás: um estudo sobre a experiência religiosa no candomblé. Petrópolis: Vozes, 1997.

12. DUSSEL, Enrique. Meditações anti-cartesianas sobre a origem do anti-discurso filosófico da modernidade. In: SANTOS, Boaventura de Sousa; MENESES, Maria Paula (orgs.). Epistemologias do sul. Coimbra: Edições Almedina, 2009, p, 283-335 (cap. 9)

13. Apresentação de seminários

IV – ESTRATÉGIAS DE ENSINO

1. Aulas expositivas;
2. Apresentação de seminários preparados pelos (as) alunos (as);
3. Pesquisas bibliográficas.

V – AVALIAÇÃO

1. Presença e participação em sala de aula;
2. Relatório das leituras indicadas e que serão discutidos em classe;
3. Elaboração e apresentação de seminários no decorrer do semestre;
4. Elaboração de uma monografia

VI. BIBLIOGRAFIA BÁSICA

BERKENBROCK, Volney J. A experiência dos orixas: um estudo sobre a experiência religiosa no candomblé. Petrópolis: Vozes, 1997.

CERTEAU, Michel de. 1. A invenção do cotidiano: artes de fazer – nova edição, estabelecida e apresentada por Luce Giard. 2.ed., Petrópolis: Vozes, 1994.

CHAMORRO, Graciela. A espiritualidade guarani: uma teologia ameríndia da palavra. São Leopoldo: Sinodal, 1998.

ELIADE, Mircea. O sagrado e o profano. (Tradução de Rogério Fernandes). São Paulo: Martins Fontes, 1992.

MÍGUEZ, Nestor; RIEGER, Joerg; SUNG, Jung Mo. Para além do espírito do império: novas perspectivas em política e religião. São Paulo: Paulinas, 2012.

NONGBRI, Brent. Befor Religion: A Historio f a Modern Concept. London: Yale University Press, 2013

PASSOS, João Décio; USARSKI, Frank (Orgs.). Compêndio de Ciência da Religião. São Paulo: Paulinas / Paulus, 2013.

PIERUCCI, Antônio Flavio. O desencantamento do mundo: todos os passos do conceito em Max Weber. São Paulo: Editora 34, 2003.

Popol Vuh: mito dos quiché da Guatemala sobre sua origem do milho e a criação do mundo. In: SUESS, Paulo. A conquista espiritual da América espanhola. Petrópolis: Vozes, 1992.

SANTOS, Boaventura de Sousa; MENESES, Maria Paula (orgs.). Epistemologias do sul. Coimbra: Edições Almedina, 2009.

WESTHELLE, Vitor. Outros saberes: Teologia e ciência na modernidade. In: Estudos Teológicos 3(1995), 258-278.

VII. BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

BALBINOT, R. Ação Pedagógica entre verticalismo pedagógico e práxis dialógica. São Paulo: Paulinas, 2006.

BASTIDE, R. As religiões africanas no Brasil. 2 Vols. São Paulo: Editora da USP, 1971.

BERGER, P. e LUCKMANN, T. A construção social da realidade. Petrópolis: Vozes, 1999.

BERGER, P. O Dossel sagrado. Elementos para uma teoria sociológica da religião. São Paulo: Paulus, 1985.

BERNAND, C. e GRUZINSKI, S. De la idolatría. Una arqueología de las ciencias religiosas. México: Fondo de Cultura Económica, 1992.

BORON, A. A. A Teoria Marxista hoje problemas e perspectivas. São Paulo: Expressão Popular, 2007.

BOSCH, D. Missão Transformadora. São Leopoldo: Sinodal, 2002.

BOURDIEU, P. A economia das trocas simbólicas. São Paulo: Perspectiva, 1992.

CROATTO, J. S. As linguagens da experiência religiosas: uma introdução à fenomenologia da religião. São Paulo: Paulinas: 2004, 2ª. Edição.

DREHER, L.H. O Método Teológico de Friedrich Schleiermacher. São Leopoldo: Sinodal/IEPG, 2003.

DURHEIM, É. As Formas Elementares de Vida Religiosa. São Paulo: Paulus, 1989.

FORNET-BETANCOURT, R. Religião e Interculturalidade. São Leopoldo: Sinodal, 2007.

GRAMSCI, A. Cadernos do Cárcere. Vol. 1 e II. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1999.

GRESCHAT, H. O que é Ciências da Religião. São Paulo: Paulinas, 2006.

HABERMAS, J. Entre Naturalismo e Religião Estudos Filosóficos. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2007.

LIMA VAZ, H.C. Ética e Cultura. São Paulo: Loyola, 2004.

LOWY, M. A guerra dos deuses: Religião e política na América Latina. Petrópolis: Vozes, 2000.

MARTELLI, S. A. Religião na Sociedade Pós Moderna. São Paulo: Paulinas, 1995.

USARSKI, F. Constituintes da Ciência da Religião. São Paulo: Paulinas, 2006.

VALLE, E. Psicologia e experiência religiosa. Estudos introdutórios. São Paulo: Loyola, 1998

WEBER, M. Ensayos de sociología contemporánea. Barcelona: Martínez Roca, 1972.

WILSON, B. La religión en la sociedad. Barcelona: Labor, 1969.

Comunicar erros

SOBRE O PROGRAMA