Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Pós-Graduação em Comunicação / Normas para Pós-graduação

Normas gerais para Pós-graduandos

Conheça a norma para submissão de artigos

 

Aprovado na 316ª Reunião de Colegiado PósCom – UMESP - em 26/08/2015
Normas para PÓS-GRADUANDOS / PósCom UMESP

Confira a versão em PDF

Conforme decisão obtida na Reunião do Colegiado do PósCom de 26/08/2015, as Normas do Programa revisadas passam a ser configuradas da seguinte forma:

1. Titulação
Mestre - Para a obtenção do grau de Mestre, o aluno deverá atender às seguintes exigências:

a) Demonstrar proficiência em uma língua estrangeira devendo realizar o Exame de Proficiência de Idioma estrangeiro exclusivamente no Processo Seletivo do PósCom-UMESP optando por uma das línguas: Inglês, Espanhol ou Francês. Caso não seja aprovado, o aluno tem até um ano para regularizar esta pendência;
b) Cumprir, com aprovação, os créditos definidos conforme Tabela Mestrado (item 2.Ie); Prazos no item 11 e conceitos explicitados no item 12;
c) Obter aprovação no Exame de Qualificação;
d) Obter aprovação na Apresentação da Dissertação.

Doutor - Para a obtenção do grau de Doutor, o aluno deverá atender às seguintes exigências:
a) Demonstrar proficiência em duas línguas estrangeiras, sendo o aproveitamento como primeira língua estrangeira, desde que o candidato seja selecionado no processo seletivo, aquele idioma que constar do histórico escolar do mestrado, e que este tenha sido obtido por programa credenciado pela CAPES, sem limite de prazo em relação a data da conclusão do mestrado entre os idiomas Inglês, Espanhol ou Francês. Para a comprovação de proficiência no segundo idioma, o candidato deverá fazer o exame exclusivamente no Processo Seletivo do PósCom-UMESP, optando por uma das línguas - Inglês, Espanhol ou Francês, excluída aquela do Mestrado. Caso não seja aprovado, o aluno tem até um ano para regularizar esta pendência;
b) Cumprir, com aprovação, os créditos definidos conforme Tabela Doutorado (item 2.IIf); Prazos no item 11 e conceitos explicitados no item 12;
c) Obter aprovação no Exame de Qualificação;
d) Obter aprovação na Defesa da Tese.


2. Créditos
I. Mestrado
a) O mestrando deve completar, no mínimo, 30 (trinta) créditos em atividades acadêmicas, conforme Tabela de Créditos abaixo;
a) São, no mínimo, 7 (sete) disciplinas a serem cursadas - (*) Entre estas, os alunos de Mestrado devem cursar as disciplinas obrigatórias do Mestrado disponibilizadas nos semestres até o cumprimento dos créditos;
b) Nas Atividades Programadas, os créditos são para atividades realizadas no período do curso e definidas pelo orientador referindo-se a: artigos publicados; participação em Congressos; papers produzidos; organização e participação em seminários; realização de cursos intensivos, estágios e/ou monitorias e outras. Tanto os créditos conferidos nas Atividades Programadas quanto aqueles com a Orientação da Dissertação, o orientador deverá especificar a atividade e modalidade onde o crédito estará sendo conferido;
c) Os créditos pela orientação da dissertação (estudos, responsabilidade, assiduidade e atendimento das orientações) serão atribuídos durante o curso e antes da apresentação pública da dissertação. Lembra-se que o ato em si da Qualificação e a Apresentação não receberão créditos;
d) Tabela de créditos MESTRADO

1 Mínimo de créditos com disciplinas  21 créditos em disciplinas (*) 
2 Créditos em atividades programadas  5 (pelo orientador) 
3 Créditos de orientação da dissertação  4 (pelo orientador) 
Total: 30


II. Doutorado
a) O doutorando deve completar, no mínimo, 48 (quarenta e oito) créditos em atividades acadêmicas, conforme Tabela de Créditos abaixo;
b) No caso de Mestrado concluído no Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da UMESP, os alunos terão a equivalência para o Doutorado de, no máximo, 21 (vinte e um) créditos em disciplinas. A equivalência fora desta condição limita-se a, no máximo, 15 créditos, de acordo com suas equivalências. São, no mínimo, 4 (quatro) disciplinas a serem cursadas durante o doutorado (**);
c) Nas Atividades Programadas, os créditos são para as atividades realizadas no período do curso e definidas pelo orientador referindo-se a: artigos publicados; participação em Congressos; papers produzidos; organização e participação em seminários; realização de cursos intensivos, estágios e/ou monitorias e outras. Tanto os créditos conferidos nas Atividades Programadas, Seminário de Tese e Aprovado na 316ª Reunião de Colegiado PósCom – UMESP - em 26/08/2015 Orientação da Tese, o orientador deverá especificar a atividade e modalidade onde o crédito estará sendo conferido;
d) Os créditos pela orientação da tese (estudos, responsabilidade, assiduidade e atendimento das orientações) serão atribuídos durante o curso e antes da defesa pública da tese. Lembra-se que o ato em si da Qualificação e a Defesa não receberão créditos;
e) O Seminário de tese será apresentado pelo aluno individualmente de 4 a 6 meses antes da entrega da tese. Nesta atividade científica, o aluno deverá organizar e apresentar os avanços e contribuições de sua pesquisa/tese em forma de seminário;
f) Tabela de créditos DOUTORADO

1 Créditos anteriores com disciplinas do mestrado  Até 21 créditos 
2 Créditos em disciplinas  12 créditos em disciplinas (**) 
3 Créditos em atividades programadas  8
4 Créditos de orientação de tese  4
5 Seminário de tese  3
Total: 48


3. Prazo de QUALIFICAÇÃO

Mestrado
Os alunos de Mestrado têm até 14 meses para depositar o material para sua QUALIFICAÇÃO (prazo contabilizado a partir de março ou agosto de cada ano, definido como o primeiro mês de aula do aluno no programa).

Doutorado
Os alunos de Doutorado têm até 26 meses para depositar o material para sua QUALIFICAÇÃO (prazo contabilizado a partir de março ou agosto de cada ano, definido como o primeiro mês de aula do aluno no programa).
Obs.: A apresentação de qualificação para Mestrado e Doutorado, realizar-se-á em prazo não superior a 60 (sessenta) dias a partir da aprovação da banca pelo Colegiado.


4. Prorrogação de prazo
Ao aluno aprovado no Exame de Qualificação é permitido solicitar prorrogação de prazo para a entrega de dissertação na Central de Atendimento ao Aluno, por no máximo 06 (seis) meses, mediante justificativa em que o mesmo explicite as dificuldades incontornáveis que impedem o desenvolvimento de sua pesquisa dentro do prazo regulamentar. Tal pedido deve ser submetido à anuência do orientador e avaliado pelo Colegiado do Programa que poderá aprovar ou não a solicitação.


5. Prazo de DEPÓSITO de Dissertação de Mestrado
O aluno de Mestrado terá um prazo mínimo de 12 (doze) e máximo de 24 (vinte e quatro) meses para depositar na Central de Atendimento ao Aluno a versão final de sua dissertação. (Prazo contabilizado a partir de março ou agosto de cada ano, definido como o primeiro mês de aula do aluno no programa e com entrega até o fim de fevereiro (para os ingressantes em março) e até dois dias antes da data do Colegiado de setembro (ingressantes de agosto).


6. Prazo de DEPÓSITO de Tese de Doutorado
O aluno de Doutorado terá um prazo mínimo de 24 (vinte e quatro) e máximo de 48 (quarenta e oito) meses, para depositar na Central de Atendimento ao Aluno a versão final de sua tese. (Prazo contabilizado a partir de março ou agosto de cada ano, definido como o primeiro mês de aula do aluno no programa e com entrega até o fim de fevereiro (para os ingressantes em março) e até dois dias antes da data do Colegiado de setembro (ingressantes de agosto).


7. Prazo de APRESENTAÇÃO de Dissertação de Mestrado
A apresentação pública da dissertação realizar-se-á em prazo não superior a 60 (sessenta) dias da aprovação da composição da banca em reunião do Colegiado.


8. Prazo de DEFESA de Tese de Doutorado
A defesa pública da tese realizar-se-á em prazo não superior a 60 (sessenta) dias da aprovação da composição da banca em reunião do Colegiado. Caso a banca não se realize dentro do prazo, a composição será submetida a nova aprovação pelo Colegiado.
Obs.: Ao aluno aprovado no Exame de Qualificação é permitido solicitar prorrogação de prazo para a entrega da tese na Central de Atendimento ao Aluno por, no máximo, 6 (seis) meses para o doutorado, mediante justificativa em que o aluno explicite as dificuldades incontornáveis que impedem o desenvolvimento de sua pesquisa dentro do prazo regulamentar. Tal pedido deve ser submetido à anuência do orientador e avaliado pelo Colegiado do Programa que poderá aprovar ou não a solicitação.


9. Disciplinas
A reprovação em disciplinas que conferem créditos poderá acontecer na ocorrência de uma ou mais das seguintes situações:
I - Frequência inferior a 75% da carga horária presente na atividade acadêmica, não tendo direito aos créditos correspondentes.
II - Obtenção do conceito D, o que não confere créditos, embora a disciplina conste do histórico escolar.
Parágrafo Único. O aluno reprovado em até duas atividades que conferem créditos poderá refazê-las, a fim de substituí-las em seu histórico escolar dentro do prazo de conclusão dos créditos, tendo direito aos créditos correspondentes em caso de aprovação e frequência mínima de 75%. Caso o aluno fique reprovado em três disciplinas, o aluno estará automaticamente desligado do programa.
Aprovado na 316ª Reunião de Colegiado PósCom – UMESP - em 26/08/2015


10. Trancamento de matrícula
É facultado ao aluno o trancamento de matrícula, com plena cessação das atividades acadêmicas no Programa durante 01 (um) semestre letivo, mediante justificativa, parecer do orientador e ciência do respectivo Colegiado.
Obs.1: A solicitação de trancamento da matrícula só terá efeito após o aluno ter concluído pelo menos 01 (um) semestre no Programa.
Obs.2: O aluno reprovado no Exame de Qualificação só poderá solicitar trancamento de matrícula após submeter-se com êxito a novo exame.
Obs.3: O período de trancamento não prorroga o prazo máximo de conclusão estipulado para cada curso.


11. Prazo para conclusão dos créditos
O prazo para conclusão dos créditos de disciplinas é de dois semestres para o mestrado e de, no máximo, três semestres para o doutorado para finalização dos créditos.
Obs.: O aluno de mestrado deve realizar no mínimo três disciplinas no semestre.


12. Conceito
Os conceitos do Programa de Pós-Graduação em Comunicação possuem a seguinte composição:
a) Conceito A – Aprovado; b) Conceito B – Aprovado; c) Conceito C – Aprovado; d) Conceito D – Reprovado e e) Conceito E – Provisória *O conceito E, tem caráter provisório, para atender eventuais ocorrências extraordinárias no processo de avaliação, extinguindo-se, portanto, no prazo máximo de 30 dias contados a partir da data de publicação oficial das avaliações do programa.


13. Representação discente
O Colegiado do Programa se reúne nas últimas quartas-feiras do mês (veja calendário pré-definido) e acomoda UM representante dos Mestrandos (ou seu suplente) e UM representante dos Doutorandos (ou seu suplente).


14. Comissão de bolsas de estudos
O Colegiado nomeia Comissão de Bolsas que avalia os pedidos e a documentação apresentada pelos alunos, sendo composta pelo Coordenador, três representantes docentes; um representante discente do mestrado e um representante discente do doutorado, os mesmos eleitos pelos alunos para compor o Colegiado.

Reunião Colegiado PósCom-Umesp
São Bernardo do Campo, 28 de agosto de 2015

Comunicar erros

SOBRE O PROGRAMA