Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Pós-Graduação em Comunicação / Estrutura do Programa / Plano de Ensino / 2º semestre de 2016 / Cultura midiática e arte: mediações, interfaces e hibridismos

Cultura midiática e arte: mediações, interfaces e hibridismos

Herom Vargas

Ementa:

  • Interfaces e mediações entre produção artística, tecnologia e cultura midiática na modernidade e na contemporaneidade. Aspectos estéticos dos processos comunicacionais e dos textos culturais midiáticos.
  • Tensões entre a dimensão estética dos processos comunicacionais e a dimensão comunicacional das manifestações artísticas nas mídias. Hibridismos entre linguagens e gêneros da arte nas mídias e as formas da interatividade nos processos de produção de sentido. Produção estética, experimentalismo autoral e indústria midiática. Questões sobre produção, circulação e consumo da arte.

Objetivos:
- Refletir sobre a dimensão estética dos processos comunicacionais e sobre a dimensão comunicacional das manifestações artísticas nas mídias.
- Analisar a produção cultural midiática sob a ótica das mediações e das interfaces entre linguagens e gêneros.
- Discutir os hibridismos de formatos, gêneros e sentidos da arte nas mídias.
- Analisar as linguagens visuais e sonoras nos ambientes midiáticos em objetos específicos, como videoclipe, web art, performance, publicidade, música eletrônica etc.
- Pensar e tratar as artes como textos culturais nas mídias.
- Analisar práticas experimentais e autorais da arte na indústria midiática.
- Discutir aspectos contemporâneos da produção, circulação e consumo estéticos, e as novas relações entre artista, obra de arte, mercado e espectador.

Programa:
1. Estética e arte
2. Arte e processos comunicacionais
3. Arte e mediação cultural
4. Arte, mídias e modernidade
5. Experimentalismo e vanguarda
6. Arte, pós-modernidade e cultura digital
7. Arte como texto da cultura e como memória
8. Texto cultural, modelização e fronteira
9. Hibridismos das artes nas mídias
10. Práticas experimentais e autorais na indústria midiática
11. Estudos de caso: imagens
12. Estudos de caso: som e música
13. Estudos de caso: audiovisual
14. Produção, circulação e consumo estéticos
15. Arte e espectador na cultura midiática

Bibliografia
ARAUJO, Denise C. (org) Imagem (ir)realidade: comunicação e cibermídia. Porto Alegre: Sulina, 2006.

BENJAMIN, Walter. A obra de arte na era de sua reprodutibilidade técnica. In: _____. Magia e técnica, arte e política. (Obras escolhidas, v. 1). 3. ed. São Paulo: Brasiliense, 1987, p. 165-196.
________________. O autor como produtor. In: _____. Magia e técnica, arte e política. (Obras escolhidas, v. 1). 3. ed. São Paulo: Brasiliense, 1987, p. 120-136.

BRAUN, Hans-Joachim. (ed) Music and technology in the twentieth century. 2ª ed. Baltimore/ London: Johns Hopkins University Press, 2002.

CANEVACCI, Massimo. Sincretismos – uma exploração das hibridações culturais. São Paulo: Studio Nobel, 1996.

CASTRO, Gisela G. S. Podcasting e consumo cultural. E-Compós, n. 4, dez. 2005.

DE MARCHI, Leonardo. A angústia do formato: uma história dos formatos fonográficos. E-Compós, n. 2, abr. 2005.

DOMINGUES, Diana. (org) A arte no século XXI: a humanização das tecnologias. São Paulo: Unesp, 1997.

ECO, Umberto. La definición del arte. Barcelona: Martínez Roca, 1970.

GARCÍA CANLINI, Néstor. Culturas híbridas. Estratégias para entrar e sair da modernidade. São Paulo: EDUSP, 2000.

GODDWIN, Andrew. Dancing in the distraction factory: music television and popular culture. Londres: Routledge, 1993.

HARVEY, David. Condição pós-moderna: uma pesquisa sobre as origens da mudança cultural. São Paulo: Loyola, 1992.

HUYSSEN, Andreas. Memórias do modernismo. Rio de Janeiro: Ed. UFRJ, 1996.

JENKINS, Henry. Cultura da convergência. 2. ed. São Paulo: Eleph, 2009.

JONES, Steve; SORGER, Martin. Covering music: a brief history and analysis of album cover design. Journal of Popular Music Studies. v. 11, n. 1, 1999, p. 68-102.

KELLNER, Douglas. A cultura da mídia. Bauru (SP): Edusc, 2001.

LEMOS, André; CUNHA, Paulo (org). Olhares sobre a cibercultura. Porto Alegre: Sulina, 2003.

LÉVY, Pierre. Cibercultura. São Paulo: Editora 34, 1999.

LOPES CANO, Rubén. La vida en copias: breve cartografia del reciclaje musical digital. Revista LIS – Letra Imagem Sonido – Ciudad Mediatizada. Año III, n. 5, mar-jun/2010, p. 171-185.

LOTMAN, Iuri. La semiosfera I. Semiótica de la cultura y del texto. Madrid: Ediciones Cátedra, 1996.

LUCIE-SMITH, Edward. Movements in art since 1945. Londres: Thames & Hudson, 2001.

MACHADO, Arlindo. Máquina e imaginário: o desafio das poéticas tecnológicas. São Paulo: Edusp, 1993.

MACHADO, Irene. Escola de Semiótica: a experiência de Tártu-Moscou para o estudo da cultura. São Paulo: Ateliê Editorial, 2003.

MANOVICH, Lev. The language of new media. Cambridge: Mit Press, 2001.

MARTIN-BARBERO, Jesús. Dos meios às mediações. Comunicação, cultura e hegemonia. Rio de Janeiro: UFRJ, 2001.

OSTROWER, Fayga. Criatividade e processos de criação. Petrópolis (RJ): Vozes, 1977.

PAREYSON, Luigi. Os problemas da estética. São Paulo: Martins Fontes, 1984.

ROSSETTI, Regina; VARGAS, Herom (org). Linguagens na mídia: transposição e hibridização como procedimentos de inovação. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2013.

SÁ, Simone Pereira de. A música na era de suas tecnologias de reprodução. Anais do XV Encontro Nacional da Compós. Bauru (SP), 2006. Disponível em: http://www.compos.org.br/seer/index.php/e-compos/article/viewFile/92/92

SANTAELLA, Lúcia. Culturas e artes do pós-humano. São Paulo: Paulus, 2003.

_________________. Navegar no ciberespaço: o perfil cognitivo do leitor imersivo. São Paulo: Paulus, 2004.

SANTOS, Roberto E.; VARGAS, Herom; CARDOSO, João B. F. (org.). Mutações da cultura midiática. São Paulo: Paulinas, 2009.

SARLO, Beatriz. Cenas da vida pós-moderna: intelectuais, arte e videocultura na Argentina. Rio de Janeiro: UFRJ, 1997.

VALENTE, Heloísa. As vozes da canção na mídia. São Paulo: Via Lettera, 2003.

VARGAS, Herom. Hibridismos musicais de Chico Science & Nação Zumbi. Cotia (SP): Ateliê Editorial, 2007.

Comunicar erros

SOBRE O PROGRAMA