Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2013 / Maio / Sustentável e coletivo

Sustentável e coletivo

08/05/2013

08/05/2013 17h07

Professores e funcionários do Núcleo de Sustentabilidade discutem os projetos da Universidade. Foto: Paula Lima

Núcleo de sustentabilidade promove práticas sustentáveis em todos os setores da Metodista e na comunidade

“Devemos nos juntar para gerar uma sociedade sustentável global fundada no respeito pela natureza, nos direitos humanos universais, na justiça econômica e numa cultura da paz. Para chegar a este propósito, é imperativo que nós, os povos da Terra, declaremos nossa responsabilidade uns para com os outros, com a grande comunidade de vida e com as futuras gerações.” Este trecho faz parte do preâmbulo da Carta da Terra, uma declaração sobre os princípios éticos a serem adotados para uma sociedade mais sustentável e justa que se tornou o maior princípio do Programa Metodista Sustentável (PMS).

O Programa foi lançado em 2009, entretanto, desde 2002 a Metodista já estava inserida no caminho da sustentabilidade por meio do Núcleo e Agência Ambiental, que concentrava pesquisas ambientais aliadas a comunidade em parceria com instituições de ensino, indústrias, administrações públicas, ONGs e outros segmentos interessados em contribuir com o conhecimento e conservação do ecossistema local.

“A ideia sempre foi não ser um projeto restrito a faculdade. O que é importante é que, além de projetos de pesquisa, eram também projetos de extensão, que se estendiam em ações para a comunidade”, comenta a coordenadora do programa e do curso de Gestão Ambiental da Metodista, professora Waverli Neuberger.

Em 2008 a sustentabilidade tornou-se um valor transversal dentro do projeto
político pedagógico da instituição, e assim foi inserido o Eixo de Susten tabilidade, que no ano seguinte passa a receber o nome de Programa Meto
dista Sustentável. Para identificar como introduzir em cada curso essa questão foi criado o Programa Metodista de Formação de Lideranças para Educação na Sustentabilidade no Ensino Superior (FLESES), que já formou 234 professores. O objetivo é que todos os docentes pas sempelo curso.

Segundo Waverli, “o intuito é trabalhar de forma inovadora, de forma integrada. Eu acredito que sustentabilidade pode unir os vários currículos desenvolvidos na universidade na criação de grupos de pesquisa multidisciplinares e na consolidação de uma mudança no ensino superior”.

Núcleo de Sustentabilidade
Recentemente surgiu a necessidade de ampliar o PMS e criar um espaço que permitisse uma troca coletiva de ideias, de ações e compartilhamento de pesquisas, vinculando a Universidade como um todo. Assim, surgiu o Núcleo
de Sustentabilidade. “Não é algo que falamos ‘vamos criar’. É um projeto que foi crescendo, nascendo da necessidade e sendo ampliado”, comenta Waverli.

O Núcleo, que em breve estará instalado no Edifício Lambda do campus Rudge Ramos, já tem alguns projetos em andamento, como o “Minha Terra, Nosso Brasil”, em parceria com o Núcleo de Educação a Distância. O espaço físico, planejado por alunos do curso de Design de Interiores, será dividido com a Incubadora de Empreendimen tos Solidários, que desenvolverá um projeto sobre Economia Verde.

“É muito diverso o grupo formado. Será um ambiente muito fértil de troca de informações, de interconexões, de muita discussão, e isso é uma coisa importante para a Universidade”, relata a professora.

Entre os objetivos, o Núcleo busca confirmar o pioneirismo em ser uma Universidade que tenha como foco a sustentabilidade e criar um espaço de liberdade e cocriação. “Deve ser um lugar onde as pessoas se sintam em casa e queiram fazer trabalhos. É um programa de cooperação que envolve todos os setores da Universidade. Essa característica de ser uma rede, de muita gente, é muito valiosa”, completa Waverli.

Acompanhe as novidades do Núcleo em www.metodista.br/metodista-sustentavel. Confira mais sobre o Metodista Sustentável aqui: http://bit.ly/124nIe2

Comunicar erros


Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático