Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2011 / Dezembro / “Patota”: o programa exibido no Futura é resultado de mais uma parceria entre o canal e a Metodista

“Patota”: o programa exibido no Futura é resultado de mais uma parceria entre o canal e a Metodista

09/12/2011

09/12/2011 18h05 - última modificação 09/12/2011 18h08

Além da Faculdade de Comunicação, a produção do mini-programa Patota envolveu diversas áreas da Universidade. Foto: Divulgação

Nesta semana, quem assistiu à programação do Futura já teve a oportunidade de conferir o “Patota”, mini-programas produzidos pela Metodista destinados ao público infantil, que estão sendo exibidos pelo canal.

Com 50 segundos de duração, os vídeos contam a história de três amigos – o Chico, a Clara e o Kazu –, bonecos manipulados com vara, que vivenciam diversas situações cotidianas, como rotina de estudos, brincadeiras e refeições. Os temas abordam a importância de uma alimentação saudável, o cuidado com o corpo e a saúde, a valorização da amizade e o respeito ao próximo e também o cuidado com os animais.

O professor Marcelo Moreira explica que “antes da produção do projeto, foi feita uma pesquisa de campo em escolas públicas e privadas da cidade do Rio de Janeiro, onde levantamos qual seria o perfil de personagens, tanto características físicas como de personalidades, que as crianças desejavam ver na série”.

Além da Faculdade de Comunicação, o trabalho contou com a participação de pessoas de diferentes áreas da Universidade, como Núcleo de Arte e Cultura, Faculdade da Saúde e Agência Integrada de Comunicação, e levou quatro meses para ser gravado e finalizado.

“O primeiro grande desafio foi tratar as temáticas sem ser repetitivo ou primário, pois com a pesquisa, verificamos que as crianças estavam bem informadas em relação à necessidade de uma alimentação de qualidade, os princípios de higiene e a valorização do próximo. Por isso, as histórias precisavam ser complementares, resgatando e desenvolvendo os assuntos de uma maneira que pudesse entretê-las”, afirmou Marcelo. 

O professor cita ainda outro desafio: “Fazer com que os roteiros tivessem uma estória completa, com começo, meio e fim em apenas cinquenta segundos. Esta é uma problemática, uma vez que são bonecos atuando. Isso exige um timming, tanto do manipulador como ator, como da articulação do próprio boneco, que teve de ser manipulado acima da linha da cabeça dos atores, que ficavam sem referências de espaço e mobilidade.”

 

Patota

Os mini-programas são veiculados ao longo da programação do Canal Futura, sintonizado nos seguintes canais:

GVT – Canal 68

NET – canal 32

Sky – 8

UHF – 18

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , ,
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático