Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2008 / Março / Projeto Vida promove amistoso de handebol com cadeirantes

Projeto Vida promove amistoso de handebol com cadeirantes

13/03/2008

13/03/2008 17h22 - última modificação 27/05/2009 12h27

Nesta quinta-feira (13 de março), a Assessoria Pedagógica para a Inclusão da Pessoa com Deficiência, Fórum de Inclusão de Pessoas com Deficiência e o Projeto Vida – todos ligados à Universidade Metodista de São Paulo – promovem dois jogos amistosos de handebol entre cadeirantes e as equipes masculina e feminina da Metodista/São Bernardo/Besni. Os jogos ocorrem Ginásio de Esportes do Campus Rudge Ramos.

A atividade faz parte da “Semana de Inclusão Cultural e Universitária” (confira mais atividades, que estão realizadas entre os dia 10 e 14 de março, clicando aqui), cujo objetivo é dar visibilidade às pessoas com deficiência, destacando o valor do convívio com as diferenças e do respeito à singularidade.

A Semana é uma das ações do projeto “Melhor é a nossa causa - Inclusão da pessoa com deficiência na UMESP”, que tem como objetivo principal garantir o acesso e a permanência da pessoa com deficiência na Metodista.

Na parte da manhã, a partir das 9h, foi realizado um jogo entre o time feminino da Metodista, que também jogou de cadeiras de rodas adaptadas (que possui rodas em diagonal, protetor para dedos e pernas, são mais apertadas para evitar a queda dos praticantes, entre outros). Às 21h, será a vez do time masculino entrar em quadra.

Para a ponta-direita Milla Lopes, os amistosos desse tipo são importantes. “Jogos como esse são importantes para mostrar igualdade, para todos, nós e eles, que somos todos iguais”, disse.

Para o cadeirante Daniel Carmo Oliveira, que já joga basquete adaptado há mais de 15 anos (participando, inclusive, de campeonatos paulistas e brasileiros) e está começando a praticar o handebol agora, o esporte abre novas possibilidades.

“O esporte ajuda a pessoa com deficiência a ter sua liberdade e direito de se integrar respeitados. Atividades como essa podem levar a pessoa com deficiência a conhecer muito mais as coisas do que o estudo ou o trabalho, que acabam sendo atividades mais individuais.”

Para o professor Domingo Belasco Júnior, responsável pelo Projeto Vida, a inclusão social é importante para todos porque “tem haver com lidar de maneira cidadã com as diferenças”. “Todos os problemas da Humanidade (as guerras, por exemplo) surgiram por conta da incapacidade de se lidar com as diferenças de maneira equilibrada”, completou Domingos.

Para saber mais sobre o Projeto Vida, que trabalha a questão da Inclusão, do respeito e dos direitos das pessoas com deficiência através de diversas atividades (principalmente esportivas), acesse o endereço www.metodista.br/projeto-vida.

Para saber de outras atividades promovidas pela Assessoria de Inclusão, você pode mandar um e-mail para assessoria.inclusao@metodista.br ou então entrar em contato através do telefone 4366-5746. Para saber mais sobre o Fórum de Inclusão, clique aqui.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , , , ,
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático