Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Gestão de cidades / Publicações / Boletim / Boletim nº 10 / Em busca de indicadores de qualidade na gestão pública

Em busca de indicadores de qualidade na gestão pública

Na parte da tarde do seminário, houve a Oficina, que teve como princípio os fundamentos para a elaboração de indicadores de qualidade da gestão pública no que se refere à ética pública, à ação cultural e aos serviços prestados ao público.

O professor do curso de Gestão e Políticas de Cultura da Metodista, Júlio Mendonça, conduziu as discussões dos representantes dos três Grupos de Trabalho (GTs).

O professor de Filosofia da Universidade, Marcelo Carvalho, começou a discussão expondo indicador Ética Pública na cidade. A discussão se prosseguiu com a exposição da professora Nanci Barbosa, que apresentou a Ação Cultural como outro indicador de qualidade para a cidade. Por fim, Anderson Rafael Nascimento, da Cátedra Gestão de Cidades, discorreu sobre a questão dos Serviços prestados ao público, último dos indicadores.

Após essas discussões, foi apresentada uma pesquisa sobre a região de Vila Palmares, localizada em Santo André (SP). Neste momento, padre Rubens, que ali estava timidamente desde o início das discussões, deu testemunho da sua experiência de vida na Vila. Mesmo enfrentando inúmeras dificuldades com a comunidade de Palmares e já tendo 45 anos de ordenação, ele diz que vive por teimosia e que é padre por protesto. O compartilhamento de sua história de vida foi muito significativo para os participantes da Oficina e para a discussão sobre os indicadores.

Por fim, o coordenador do Instituto Pólis (Instituto de estudos, Formação e Assessoria em Políticas Sociais), Jorge Kayano, fez colocações e reflexões sobre os indicadores para a qualidade da gestão pública.

Comunicar erros