Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Gestão de cidades / Notícias / Movimento Educacional da Catalunha visita Projeto Meninos e Meninas de Rua (PMMR-SBC) e a Cátedra Gestão de Cidades

Movimento Educacional da Catalunha visita Projeto Meninos e Meninas de Rua (PMMR-SBC) e a Cátedra Gestão de Cidades

Da redação

14/05/2009 11h57 - última modificação 21/05/2009 12h20

Reunião na sede do PMMR em São Bernardo do Campo

O Movimento Esplais Do Valle (MEV) trouxe três representantes para firmar parceria com o Projeto Meninos e Meninas de Rua de São Bernardo do Campo dia 23 de agosto de 2007.

“Esplais” é uma palavra sem tradução para o português mas que significa “educação em tempo livre”, ou seja, enquanto as crianças estão fora da escola. O grupo surgiu na década de 60, em plena ditadura espanhola, como forma de dar as crianças e adolescentes uma educação integral fora das instituições de ensino.

Com o tempo o grupo foi aumentado o caráter educacional, segundo Xavi Gómez representante do grupo. O MEV possui “bases” em várias cidades da Catalunha e cada base acolhe crianças a partir de três anos e adolescentes, de qualquer classe social, crença e raça. O movimento se mantém com recursos próprios, parceria com governos e iniciativa privada.

Segundo Mireia Bogunyà, coordenadora de uma base, o MEV forma parte da "Federación Catalana del Esplai", que é uma agremiação de movimentos regionais. Cada Esplai é autônomo e tem suas próprias linhas políticas. Tanto a estrutura do  MEV como da Federação são horizontais com o peso político recaindo em seus educadores.

Um primeiro encontro dos dois movimentos aconteceu há um ano na primeira visita dos Esplais a São Bernardo do Campo. Antes disso, Markinhus, coordenador do PMMR, e o educador Rone conheceram o MEV  em intercâmbios na região da Catalunha (Espanha). Mieria, Xavi e Samuel Cabrera estão no país desde o dia 19 de agosto para firmar a parceria. O próximo passo agora é a assinatura do projeto em novembro, na Espanha. Segundo Markinhus essa parceria funcionará por meio da troca de experiências entre as instituições,  educadores e realidades dos dois países.

No dia 31 de agosto os representantes dos Esplais estarão numa visita monitorada à Cátedra Gestão de Cidades e às dependências da Universidade Metodista no Campus Rudge Ramos. O objetivo é demonstrar o trabalho realizado na Cátedra e na Universidade.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: