Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Policlínica / Notícias / Núcleo de Fisioterapia oferece acompanhamento neurofuncional para bebês prematuros

Núcleo de Fisioterapia oferece acompanhamento neurofuncional para bebês prematuros

Tratamentos serão feitos mediante apresentação de encaminhamento médico

08/06/2017 20h00 - última modificação 08/06/2017 20h05

Quando uma criança nasce de uma gestação de 37 semanas ou menos é considerada prematura. Bebês com essa condição exigem uma série de cuidados especiais para que cresçam com saúde, como explica a responsável técnica pelo Núcleo de Fisioterapia da Policlínica da Universidade Metodista de São Paulo, Carolina L. F. Bettio: “bebês prematuros têm risco maior de atraso do desenvolvimento neuropsicomotor e de adaptação à vida extra-uterina, por conta da imaturidade dos órgãos e sistemas”.

Por isso, a Policlínica passa a oferecer, a partir de agosto, tratamentos específicos para prematuros. “A estimulação precoce é importante para o desenvolvimento do bebê, principalmente no seu primeiro ano de vida, e também é importante para auxiliar no suporte dos pais quanto ao desenvolvimento”, diz.

“O acompanhamento do bebê prematuro também é composto por avaliação, reavaliações e estimulação do desenvolvimento, além de orientação aos pais e cuidadores quanto à estimulação e quanto ao desenvolvimento em si”, conta a especialista.

A Policlínica também oferecerá atendimento para condições ortopédicas, como pé torto congênito e artrogripose, e neurológicas, como microcefalia e paralisia cerebral, dentre outras.

Os atendimentos são feitos pelos alunos do 4º ano do curso de Fisioterapia, acompanhados por preceptor e supervisor de estágio. No caso dos bebês prematuros, segundo a profissional: “cada atendimento tem duração máxima de 60 minutos. O acompanhamento é mantido enquanto observa-se alteração do desenvolvimento ou até que o bebê atinja os marcos do desenvolvimento conforme esperado”.

As vagas são limitadas e é preciso agendar a triagem pelo telefone (11) 4366-5565. No dia da consulta, os responsáveis devem apresentar encaminhamento médico e exames da criança.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , , , , ,