Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Pós Graduação e Pesquisa / PIBIC / Projetos aprovados / 2009/2010 / Caracterização morfológica da desnervação e reinervação simpática do ducto deferente de rato

Caracterização morfológica da desnervação e reinervação simpática do ducto deferente de rato

O ducto deferente de rato (DDR) é um órgão pertencente à genitália acessória masculina localizada ente a cauda do epidídimo e a glândula prostática (porção distal). Sua principal função é a condução dos espermatozóides provenientes dos ductos seminíferos. O órgão é inervado por fibras simpáticas provenientes do plexo hipogástrico, é um dos órgãos periféricos mais densamente inervados pelo sistema nervoso autônomo. Classicamente, a noradrenalina, é considerada como principal neurotransmissor do sistema nervoso autônomo simpático. Entretanto, além de noradrenalina, as purinas (ATP, ADP, AMP, adenosina), se constituem em importantes mediadores da contração no DDR. ATP e noradrenalina, uma vez liberados no espaço juncional agem de modo sinérgico, caracterizando um processo de co-transmissão. A desnervação cirúrgica promove no DDR, quatro dias após o procedimento, uma grande diminuição no conteúdo de noradrenalina devido a injúria na terminação simpáticos, voltando aos índices normais por volta dos 28 dias pós cirurgia. Durante este período a resposta contrátil do órgão permanece diminuída chegando a 76% quando comparado ao animal controle. É grande a falta de dados a respeito das alterações morfológicas causadas pela desnervação no ducto deferente sendo ainda mais escassos os que acompanham o processo de reinervação simpática, portanto o presente trabalho se propõe caracterizar o processo de desnervação e reinervação do ducto deferente de rato através da análise morfológica, em diferentes tempos após a cirurgia de desnervação, visando elaborar um novo modelo para estudo farmacológico e em estudos futuros, verificar quais substâncias poderiam ajudar no processo de plasticidade neuronal.

Palavras chave: ducto deferente, desnervação, reinervação, análise morfológica

Comunicar erros