Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Pós Graduação e Pesquisa / PIBIC / Projetos aprovados / 2007/2008 / Sofrimento e esperança: O pessimismo antropológico contemporâneo na produção literária das canções de Renato Russo em diálogo com a Teologia da Esperança de Jürgen Moltmann

Sofrimento e esperança: O pessimismo antropológico contemporâneo na produção literária das canções de Renato Russo em diálogo com a Teologia da Esperança de Jürgen Moltmann

Aluna: Aline de Souza Taconeli

Este projeto tem por objetivo analisar um fenômeno musical dos anos de 1980, o compositor e intérprete Renato Russo (1960-1996) em sua discografia na banda Legião Urbana co-relacionando a mensagem transmitida com a Teologia da Esperança desenvolvida por Jürgen Moltmann (1926-). A influência das letras de Renato Russo, que difundem sua ideologia é notória entre a juventude até os dias de hoje. Da mesma forma que Jürgen Moltmann apresenta um ideal da difusão de justiça e esperança marcante no cenário teológico contemporâneo.

As composições de Renato Russo são marcadas por dor, desesperança, pessimismo e desejo de morte, certa apologia às drogas e, contraditoriamente iniciativa de revolução, desejo de mudança, crença no amor e certa religiosidade que indica a esperança. Nesse quadro transparece o desejo de um jovem marcado por sentimentos de rejeição, sofrimento e vítima de preconceitos, mas, que, em dados momentos de sua obra consegue enxergar possibilidade de esperança vindoura e propõe uma responsabilidade por ela por intermédio de atos em prol de simesmo e do meio em que vive.

A partir dessa concepção, temos por objetivo traçar um paralelo com um dos teólogos de maior expressão na atualidade, Jürgen Moltmann, em sua "Teologia da Esperança". A idéia é encontrar na obra e vida de Renato Russo elementos que possam ser paralelamente equiparados a uma teologia de fé e esperança norteadoas pela dor, injustiça e crises existenciais antropológicas na contemporaneidade. O contexto é principalmente o da juventude dos anos 80, que foi de grande forma influenciada pelo poeta, além de palco de uma das práxis de esperança, responsável por um futuro melhor.

Tendo em vista esse paralelo, tem-se proposta responder a questão de "como a Teologia da Esperança de Jürgen Moltmann pode ser percebida na obra de Renato Russo para que influencie os jovens do século XXI a uma práxis de esperança e de revolução contra as situações e sentimentos de dor e pessimismo, contrariando as tendências antropológicas negativas e de apatia?".

Comunicar erros