Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Pós Graduação e Pesquisa / PIBIC / Projetos aprovados / 2007/2008 / O conceito de homem nas obras de juventude de Karl Marx

O conceito de homem nas obras de juventude de Karl Marx

Aluno: Joanir Fernando Ribeiro

Nesta pesquisa de Iniciação Científica pretendemos investigar acerca da concepção antropológica  nas obras do jovem Marx, a saber, nos Manuscritos e em A Ideologia Alemã. O pensamento do jovem Marx, principalmente nos Manuscritos, aparentemente está marcado por posições teóricas idealistas: a concepção de uma natureza humana genérica, a partir da qual Marx critica a condição sócio-histórica do ser humano. A teoria da revolução de Marx parece fundamentar-se nessa concepção de um ideal de ser humano. Não há ainda uma teoria sobre o capital e consequentemente sua teoria fica à perigo de ser tomado por um certo moralismo arbitrário. Em uma primeira aproximação a antropologia marxista parece não ter fundamento histórico. Essa é uma crítica feita por Jean Paul Sartre, quando, nos anos 50, aproxima seu pensamento existencialista da teoria marxista, crítica essa sob a qual retornaremos no momento final desta pesquisa, sob um diálogo crítico baseado na concepção antropológica extraída dos textos do próprio Marx. A presente pesquisa pretende, por meio de estudo das obras de Marx, refletir e aprofundar o estudo dessa problemática acerca da antropologia marxista.


Comunicar erros