Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Núcleo de Artes e Cultura / Notícias / II Mostra de Arte Inclusiva da Metodista

II Mostra de Arte Inclusiva da Metodista

16/09/10

16/09/2010 17h21 - última modificação 30/09/2010 17h48

O Núcleo de Arte e Cultura da Universidade Metodista de São Paulo, em parceria com a Assessoria Pedagógica para Inclusão, Fórum de Inclusão da Pessoa com Deficiência e Núcleo de Formação Cidadã, promove no dia 22 de setembro, às 19h30, a II Mostra de Arte Inclusiva.

O evento, que será realizado no Edifício Sigma, do Campus Rudge Ramos,  tem como objetivo dar visibilidade ao tema “Arte Inclusiva” por meio da promoção de um encontro de grupos e artistas com deficiência. A programação contará com apresentações de dança, teatro, música e artes plásticas, além de relatos dos representantes de cada grupo sobre os desafios e conquistas que envolvem as ações desenvolvidas.

A Mostra de Arte Inclusiva receberá também o artista plástico Gonçalo Borges, integrante da Associação dos Pintores com a Boca e os Pés, que fará uma intervenção de pintura ao vivo.

Confira abaixo os grupos e artistas que irão participar da Mostra:

  • Projeto Cre’r – Cia Ousadia

Grupo formado por pessoas com deficiência mental/múltipla. Começou suas atividades artísticas desde junho de 2000, com a estreia do espetáculo “Nove figuras, uma viagem bela e especial”. Desde então, foram mais três espetáculos teatrais como “Belas Artistas’ (2002), “Caravana Radamunda” (2004) e “Baile Brasil” (2008). 

  • Grupo Sentir

Formado por portadores de deficiência física, familiares e estudantes de Fisioterapia e Educação Física. O “Sentir” é um projeto ligado ao Núcleo de Formação Cidadã da Universidade Metodista de São Paulo. O objetivo é despertar, por meio da dança, a eficiência dos participantes.

  • Cia Teatral Olhos de Dentro

A Cia realiza, há nove anos, oficinas teatrais que mesclam pessoas portadoras de deficiência visual, física e síndrome de Down com aquelas que não possuem nenhuma dessas características. O objetivo do grupo é estimular a convivência e a interação no meio teatral.

  • Capoeirando na Metô

O Projeto “Capoeirando na Metô” tem como principal objetivo transformar seus integrantes em seres humanos mais conscientes de sua humanidade, capacidade altruísta e sentimento cristão, buscando na sua práxis sociocultural vivenciar literalmente todos os significados e valores presentes no projeto para experimentar o bem-estar do corpo, a paz de espírito e a harmonia em suas relações com o próximo, tendo na experiência com o outro, uma experiência de unicidade.

  • Grupo de Teatro do Setor de Brindes Institucionais da Metodista

É um grupo novo e formado por alguns funcionários do Setor de Brindes Institucionais que são portadores de deficiência cognitiva.

  • Osmar Pereira e Juliana Gonçalves

Osmar Pereira é intérprete de Libras da Universidade Metodista. Ele nasceu em uma família de surdos e é casado com uma não-ouvinte.

Juliana Gonçalves é interprete de Libras da Universidade Metodista e estudante de Psicologia. Os dois colegas de trabalho farão uma apresentação, utilizando uma via alternativa à fala: a música será apresentada em Libras.

  •  Gonçalo Borges

Gonçalo Borges é formado em Belas Artes e Pós-Graduado em Comunicação Social. Portador de deficiência nos membros superiores, executa seus trabalhos usando a boca e/ou os pés desde os 5 anos de idade. É membro da Associação dos Pintores com a Boca e os Pés.

  • U.R.Gente

Grupo de teatro formado por cadeirantes e não-cadeirantes. O trabalho é desenvolvido desde 2008 e tem como proposta fazer um texto coletivo, em que se fala da cidade/espaço de cada participante.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: ,