Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Handebol / Masculino / Notícias / Taubaté vence Metodista/São Bernardo e leva pela primeira vez o título do Paulista de Handebol Masculino

Taubaté vence Metodista/São Bernardo e leva pela primeira vez o título do Paulista de Handebol Masculino

17/10/2015 23h11

Metodista/São Bernardo/Besni, vice-campeão do Paulista 2015 - Foto: Marcello Ferreira

A final do Campeonato Paulista de Handebol Masculino foi digna de um grande evento esportivo, com uma partida carregada de emoção em um jogo pegado entre Metodista/São Bernardo/Besni e Taubaté e pela torcida que lotou o ginásio Vitório Zanon (Baetão), em São Bernardo do Campo, incentivando o esporte na tarde deste sábado (17). Ao término da decisão, quem comemorou foi a equipe taubateana, que conquistou o primeiro título do estadual de sua história ao vencer o clube são-bernardense por 26 a 22.

A Metodista precisava reverter uma vantagem de dois gols do Taubaté, que também venceu o primeiro jogo no Vale do Paraíba por 24 a 22. Ciente de que era possível reverter a situação, o time de São Bernardo buscou a reação, o que trouxe um início de partida equilibrado, perdurando o empate nos primeiros minutos. Mas os taubateanos foram para o segundo encontro determinados e dificultaram a investida são-bernardense.

Ainda no primeiro tempo, o clube do Vale chegou a abrir seis gols de diferença, mas terminou a primeira etapa liderando o marcador com quatro gols a mais, o que ainda assim aumentou mais a vantagem que já possuía. Na volta do intervalo, a Metodista entrou com maior determinação. A prioridade era o setor ofensivo, que passou a arriscar mais e o time chegou com melhor frequência no ataque. Porém, muitas vezes, quando finalizavam bem, o Taubaté contou novamente com a habilidade do goleiro Maik, que barrou boa parte dos lances, fazendo diferença no resultado final.

O confronto decorreu seguindo o mesmo panorama, com muita velocidade nos contra-ataques pelos dois lados. O Taubaté foi segurando a diferença de quatro gols e, passando da metade da etapa final, a Metodista foi percebendo o quanto a missão tornava-se mais difícil, pois agora era necessário tirar uma diferença de seis gols ao todo. Mas os rapazes da equipe do ABC não se entregaram e, mesmo com o cansaço cada vez mais nítido, tentaram buscar o objetivo, sempre indo ao ataque com rapidez. Mas a tarde era mesmo do Taubaté, que não afrouxou em momento algum e segurou sua primeira vitória em uma decisão do Paulista, levando o título inédito da competição para casa.

Para o técnico da Metodista, José Ronaldo, o SB, o trabalho foi bem realizado e ele ainda vê o resultado de forma positiva. “Fizemos um bom trabalho, jogamos o campeonato todo apresentando muita eficiência. Fomos bem hoje também, mas enfrentamos um adversário que tem um plantel forte. Por mais que eles troquem diversos atletas anualmente, eles sempre conseguem manter o nível técnico elevado e isso, é claro, é muito positivo para eles. Mas nos portamos bem hoje, não nos entregamos”, disse o treinador.

SB também lembrou o histórico de evolução de seu elenco. O time passou por uma reformulação no ano passado, quando promoveu atletas da categoria Juvenil para o time adulto. Naquela temporada, o clube ficou em quarto lugar no Paulista. “Hoje vemos uma diferença muito grande na evolução dos meninos. Em um ano eles apresentaram um rendimento muito maior. Claro que contamos com pelo menos sete atletas mais experientes, mas todo o trabalho deste ano foi em conjunto”, afirmou.

Campeão pela primeira vez do Paulista, o técnico taubateano, Marcus “Tatá”, exaltou o trabalho que seu clube vem desenvolvendo nos últimos três anos. “Começamos um trabalho mais forte em 2013, ano que disputamos a final do campeonato pela primeira vez (coma a Metodista) e saímos vice. Conquistamos a Liga Nacional naquele mesmo ano e no ano seguinte. Acredito que continuamos colhendo agora os resultados desse novo trabalho recente”.

Antes do duelo decisivo, deveria ocorrer a disputa do terceiro lugar entre São José dos Campos e Esporte Clube Pinheiros. Porém, o clube da capital enviou uma carta de desistência para a Federação Paulista de Handebol na véspera da partida. O terceiro lugar ficou automaticamente com o São José.

Na atual temporada, a Metodista/São Bernardo só terá pela frente como compromisso os Jogos Abertos do Interior, em novembro, no naipe masculino. No feminino, o clube ainda tem a fase final do Paulista pela frente e aguarda a definição do adversário das semifinais, bem como, na Liga Nacional, com a mesma situação.

Campeonato Paulista de Handebol Masculino

1º lugar – Taubaté
2º lugar – Metodista/São Bernardo/Besni
3º lugar – São José dos Campos
4º lugar – E. C. Pinheiros

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , ,
EQUIPE FEMININA
EQUIPE MASCULINA