Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Handebol / Masculino / Notícias / Metodista/São Bernardo e Taubaté são os finalistas do Paulista Masculino de Handebol

Metodista/São Bernardo e Taubaté são os finalistas do Paulista Masculino de Handebol

Equipes mantêm vantagem do primeiro jogo das semifinais e garantem vagas na decisão

12/10/2015 21h40 - última modificação 13/10/2015 14h04

O armador Patrick, destaque da segunda semifinal contra São José - Foto: Anderson Rodrigues

O Campeonato Paulista de Handebol Masculino agora está de fato na reta final. Os finalistas da edição 2015 do torneio foram conhecidos nesta segunda-feira (12), quando aconteceram as partidas decisivas das semifinais. Metodista/São Bernardo/Besni e Taubaté, que se classificaram jogando em casa, decidem o título este ano.

A Metodista foi a primeira a confirmar a vaga. O time empatou com o São José dos Campos em 34 a 34 (19 a 12 no primeiro tempo), no ginásio do Baetão, mas como venceu o primeiro duelo no Vale do Paraíba por 28 a 20, o resultado favoreceu o clube são-bernardense.

Dias antes da partida, o técnico da equipe do ABC, José Ronaldo, o SB, disse que seu grupo jogaria o segundo encontro como se não tivesse a vantagem de oito gols e assim, ao menos, começou o confronto. O São José começou na frente e abriu 03 a 01 nos dois primeiros minutos, mas foi o único momento que liderou o placar. Logo a Metodista virou o jogo, novamente impondo o ritmo com transições e ataques rápidos, chegando a abrir 11 gols de vantagem. O clube joseense pouco reagiu, mas diminuiu a diferença nos últimos minutos da primeira etapa.

No segundo tempo, o domínio ainda era dos donos da casa, que continuavam firmes no setor ofensivo. Mas antes da metade do período, SB promoveu algumas mudanças no time, com o propósito de poupar alguns titulares, uma vez que a classificação era quase certa, com os visitantes a sete gols atrás no marcador e precisando vencer por nove a mais. Com isto, o elenco passou a jogar mais retraído e pouco depois era nítido o quanto os próprios atletas passaram a evitar jogadas mais ousadas. Este comportamento somado ao desejo de reação do São José, que agora era maior, ocasionou o empate, mas a Metodista já estava com a passagem carimbada para a decisão.

O plano de SB para este jogo era o de priorizar o ataque, diferente do primeiro, que o trabalho maior foi na defesa, por isso, o cenário do segundo tempo foi de contraste com a ofensividade apresentada no início. “Esta queda de rendimento não era esperada da forma como foi. A intenção era apenas evitar desgaste, mas não deixar de manter o resultado positivo. Entendo que ninguém quer se machucar neste momento importante do campeonato, mas precisamos reforçar a nossa postura de sempre buscar o resultado, independente da situação”, disse.

Eleito destaque da partida, o armador da Metodista Patrick Lemos manteve o discurso do técnico, mas também enfatizou a dedicação da equipe. “Entramos bem e jogamos da forma como conversamos. Buscamos o gol com velocidade e procuramos bloquear a reação do São José. Acho que quando vimos que a situação estava um pouco mais tranquila, diminuímos a nossa produção por instinto, o que temos que nos atentar para as próximas vezes.”

Taubaté x Pinheiros

Na outra semifinal, Taubaté e Esporte Clube Pinheiros brigaram pela segunda vaga na decisão. O confronto entre os times que disputaram a final do ano passado, do qual o clube da capital saiu campeão, terminou cinco minutos depois do jogo entre Metodista e São José.

A equipe taubateana também começou em vantagem, vencendo o primeiro encontro, em São Paulo, por 27 a 23 e poderia até perder a partida de volta, em casa, por quatro gols. E foi exatamente o que aconteceu, mas não sem antes o duelo ter momentos tensos. Aos 26 minutos do segundo tempo, o Pinheiros havia tirado a diferença que precisava e ia vencendo por cinco gols, rumando para a classificação. Porém, com um jogador cumprindo a punição de dois minutos, o time não conseguiu segurar a vantagem, vencendo por 25 a 21 (13 a 10 no primeiro tempo), resultado que favoreceu o Taubaté, que por sua vez, desbancou o atual detentor do título do Paulista.

Finais

Agora Metodista/São Bernardo/Besni e Taubaté começam a disputa pelo título de 2015 do Paulista Masculino. No retrospecto entre os times nesta edição do torneio há uma vitória para cada lado. O clube são-bernardense venceu os taubateanos por 26 a 25 em sua estreia. No segundo turno, o Taubaté teve uma vitória mais expressiva, com o placar de 38 a 28.

O primeiro jogo será nesta quinta-feira (15), às 20h, no ginásio da Emecal, no Vale do Paraíba. O segundo será no sábado (17), às 16h, no ginásio do Baetão. Por ter encerrado a fase classificatória com a melhor campanha geral, a Metodista tem o direito de disputar o jogo decisivo em casa.

Finais do Campeonato Paulista de Handebol Masculino

Taubaté X Metodista/São Bernardo/Besni (1º jogo)
Quando: 15/10/2015 (quinta-feira), às 20h
Onde: ginásio da Emecal – Rua Comandante Gastão Firmino de Azevedo, 535 - Jardim das Bandeiras, Taubaté.

Metodista/São Bernardo/Besni X Taubaté (2º jogo)
Quando: 17/10/2015 (sábado), às 16h
Onde: ginásio Vitório Zanon (Baetão) – Av. Armando Ítalo Setti, s/nº, Baeta Neves, São Bernardo do Campo.

Entrada gratuita nos dois jogos

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , ,
EQUIPE FEMININA
EQUIPE MASCULINA