Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Handebol / Masculino / Notícias / Handebol: Metodista/São Bernardo vence o Maringá e vai garantindo classificação para quartas na Liga Nacional

Handebol: Metodista/São Bernardo vence o Maringá e vai garantindo classificação para quartas na Liga Nacional

11/10/2014

11/10/2014 21h21

O capitão Carlito mais uma vez foi o artilheiro da partida e comandou a vitória sobre o Maringá - Foto: Anderson Rodrigues



Em uma partida equilibrada e com bastante ritmo pelo segundo turno da Liga Nacional de Handebol Masculino, a Metodista/São Bernardo/Besni venceu o líder da Chave A, o Maringá (PR), por 25 a 24 (17 a 11 no primeiro tempo), na tarde deste sábado (11), no ginásio Vitório Zanon (Baetão), em São Bernardo do Campo. Com os dois resultados positivos que precisava na rodada desta semana (na quinta-feira obteve vitória por W.O. sobre o Balneário Camboriú), o time paulista praticamente vai garantindo a classificação para as quartas de final.

Mesmo com o placar final apertado, os donos da casa ficaram na frente do marcador o jogo inteiro. Já nos cinco primeiros minutos, a equipe abriu quatro a zero e durante a etapa inicial, chegou a ficar com nove gols de vantagem, que foi tirada pelo experiente Maringá, que buscou o resultado o tempo todo e até quase empatou. Porém, o time são-bernardense conseguiu administrar a situação e voltou a manter os quatro gols de diferença e, no final do primeiro tempo, ainda conseguiu ampliar a vantagem para seis.

Na volta do intervalo, as duas equipes voltaram com boa disposição e disputa ficou mais acirrada. A equipe paranaense voltou a diminuir a diferença, agora para três gols, mantida praticamente todo o segundo tempo pela Metodista. O “aperto” veio nos três minutos finais do jogo, quando em dois erros consecutivos de ataque dos anfitriões, os visitantes aproveitaram a falha e encostaram no placar, ficando atrás por apenas um gol.

A tensão ficou para os 40 últimos segundos. O Maringá subia para um ataque, com o marcador já em 25 a 24, e o lance foi parado por uma falta que resultou em uma punição de quatro minutos para o pivô Jefferson, da Metodista, fazendo com que o mesmo não pudesse mais estar em jogo e a equipe do ABC paulista tivesse que barrar a última ofensiva do adversário com um jogador a menos. Quando o árbitro autorizou o lance, a movimentação da defesa funcionou, frustrando a tentativa de arremesso por cima dos defensores feita pelo central Leonardo Bortolini do Maringá, que mandou a bola para fora, o que marcou o fim da partida, já que não havia tempo para mais nenhuma jogada.

O time da casa ainda contou com a artilharia do capitão, o cubano Carlito, que marcou 11 gols e ainda pôde festejar o feito diante do pai, Carlos Martinez, que visita o Brasil pela primeira vez e esteve na plateia. “Mais uma vez consegui acertar meus lances e ajudar a colocar a equipe na frente. Fizemos um trabalho duro hoje, que exigiu a nossa união e isto colaborou para a vitória”, disse Carlito.

O senhor Carlos também comemorou e elogiou o filho. “Vi ele começando no esporte no nosso país e desde que ele veio para o Brasil, apenas ouço ele contando como são os jogos e os campeonatos. Hoje pude ver de perto o Carlito atuando mais uma vez e estou orgulhoso do que vi”.

Para o técnico da Metodista, José Ronaldo, o SB, o resultado é satisfatório, mas deixa algumas preocupações. “Esperávamos uma partida muito difícil, mas não esperava que conseguiríamos abrir uma vantagem grande no placar e perdê-la em pouco tempo. Isto é algo que ainda precisamos persistir no trabalho com os meninos que vieram do Juvenil, o controle em momentos decisivos, pois as jogadas impensadas ou mesmo a pressa quando a situação está sob controle, pode acabar determinando uma derrota, quando estamos em uma boa situação de jogo”, afirmou o comandante.

Agora o clube são-bernardense tem dois jogos pela frente, antes de fechar a fase classificatória, ambos fora de casa. O primeiro será contra o Juiz de Fora (MG), no dia 16 de outubro e o último será contra o ASH/Santa Maria (RS), no dia 25. O time venceu os dois oponentes no primeiro turno e se vencer novamente e contar com pelo menos um tropeço do São José dos Campos, pode assumir definitivamente a segunda posição, que está em disputa direta entre os dois clubes. A liderança de grupo é mais difícil, pois depende de o Maringá perder os dois últimos duelos.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , ,
EQUIPE FEMININA
EQUIPE MASCULINA