Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Design de Interiores / Notícias / Paula Leme dá dicas para futuros profissionais de Design de Interiores

Paula Leme dá dicas para futuros profissionais de Design de Interiores

01/04/2015 20h55 - última modificação 02/04/2015 11h44

Paula Leme

“A decoração de interiores é a irmã frívola da Arquitetura”. Foi citando Rose Cumming que a designer Paula Leme Lima, proprietária do premiado estúdio Conceito Arquitetura e Interiores, iniciou a palestra aos alunos do curso de Design de Interiores da Universidade Metodista de São Paulo.

O evento, que aconteceu nesta terça-feira, 31 de março, foi a aula magna do curso e Paula Leme, com esta citação inicial, quis dizer que “é necessário que o designer seja expert em cores, em estilos, períodos e na colocação de moveis”. Em outros termos, ela apresentou uma visão do quanto a profissão possui um dinamismo, que faz a diferença na criação de ambientes não apenas belos, mas funcionais, para acolher as pessoas, seja em estabelecimentos comerciais ou residenciais.

Objetiva, Paula pontuou aspectos que o profissional da área precisa observar. “É muito importante conhecer e entender o cliente, e também técnicas e buscar outros conhecimentos em diversos assuntos relacionados à área, ir além do curso de Design”.

Ela procurou mostrar alguns meios de se observar os tais aspectos. “É preciso conhecer os grandes nomes do Design de Interiores, pois são profissionais que criam conceitos. É bom conhecer a forma de trabalho deles”.  Apreciar e estudar a Arte é outra forma de adquirir conhecimentos e inspirações, apontada pela profissional.

Paula também deu outras dicas práticas. “O profissional de Design de Interiores precisa aprender a desenhar ‘a mão livre’. Muitas vezes fazer um traço na frente do cliente para demonstrar a ideia de uma peça, pode garantir um projeto inteiro”. A outra dica dada é simplesmente estar “antenado” ao que está ao redor. “Eu sempre via um muro na rua quando levava o meu filho para a escola e acabei aplicando o design desse muro em uma cabeceira de cama”, contou.

A palestrante explicou que a importâncias dos aspectos apontados e a vivência que o designer deve buscar é para trazer desenvoltura e dinamismo a serem aplicados em seu próprio trabalho. “É preciso estar preparado para fazer projetos do ambiente compacto ao mais amplo possível. Elaborar projetos para apartamentos de 50 metros quadrados e para residências ou estabelecimentos de mil metros quadrados ou mais”.

Finalizando a conversa, ela frisou, de forma resumida, como o profissional pode se capacitar. “Tem que dominar cores, estilos, períodos, layout de imobiliários e elementos de conforto e funcionalidade”.

Confira alguns nomes de estilos exemplificados por Paula Leme (clique para ampliar):


Neoclássico


Chippendale


Shabbychic


Contemporâneo


Minimalista

Esta matéria foi publicada no Jornal da Metodista.
Conheça Outras.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , ,

JULIANA HARRIS - COORDENADORA
Juliana Harris
Minicurrículo

 


Receba informações de oferecimento deste curso

Receba informações de oferecimento sobre esse curso: