Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Design de Interiores / Notícias / Do currículo ao trabalho voluntariado, tudo pesa na carreira, orienta palestra no Coworking Metodista

Do currículo ao trabalho voluntariado, tudo pesa na carreira, orienta palestra no Coworking Metodista

Professora Ana Maria Martins falou sobre Ética e Postura Profissional

04/07/2017 18h13

Palestra abordou Ética e Postura Profissional (Foto Divulgação)

Os cuidados com a carreira têm início já nos primeiros contatos para disputa de uma vaga de emprego, permanecem por todo o processo seletivo e se tornam mais prementes com o passar do tempo devido às exigências, entre outros, das promoções e novas expectativas nos ambientes profissionais. Desde um currículo bem elaborado até o comportamento em uma entrevista, passando pelos bons relacionamentos corporativos, tudo pesa para o sucesso profissional – inclusive dedicar-se a trabalhos voluntários, algo muito valorizado pelas empresas.

“É importante pesquisar previamente as exigências e práticas da empresa onde se pretende trabalhar e preparar um bom currículo, como se fosse um cartão de visita. O currículo é fundamental, considerando-se que seu principal objetivo é vender a imagem do candidato. Os principais focos de um currículo são objetividade, clareza e concisão”, ensina a professora Ana Maria Martins, coordenadora dos cursos de Secretariado Executivo Bilíngue, Assessoria Executiva e Gestão de Eventos da Universidade Metodista de São Paulo, que falou sábado passado, 1º de julho, sobre “Ética e Postura Profissional” no Espaço Coworking do Golden Square Shopping em São Bernardo.

Ela enfatizou na palestra o passo a passo de um CV. A apresentação deve conter nome completo, contatos, objetivo, formação acadêmica, domínio de idiomas e de informática, experiência profissional, cursos e palestras complementares, além de ações de voluntariado. Professora Ana Maria simulou inclusive as principais ocorrências em uma entrevista de emprego e o comportamento diante do selecionador, uma vez que é normal o uso de recursos -- nem sempre de palavras e nem sempre diretas -- na busca de informações.

Por exemplo, um entrevistador pode oferecer café ou um copo de água para observar a postura do entrevistado. “Por isso o candidato deve estar ligado: atenção e cuidados devem estar presentes o tempo todo para, efetivamente, vender bem e de forma positiva sua imagem”, aconselhou.

Fazer o que gosta

Professora Ana Maria desenvolveu o tema profissionalismo através dos tempos, com ênfase nos dias atuais, em que o candidato, preferencialmente, deve optar por dedicar-se e fazer o que gosta. “Isso tende a motivá-lo e a deixar as coisas mais fáceis rumo ao sucesso na carreira escolhida”, pontuou. Além desses fatores, é imprescindível ter boa formação escolar, tanto quanto possível universitária, boa capacidade de promover sua imagem e de interagir com pessoas, além de  bons conhecimentos de informática e de idiomas.

A educadora enfatizou a parte relacional – construída na vida familiar, acadêmica e em bons estágios –, que considera muito importante, mas apontou como fundamental não perder as oportunidades que o mercado oferece. Lamentou que muitos deixam passar esses momentos porque não estão preparados, seja por falta de habilidades e de disposição para a luta, seja por insegurança e timidez e, sobretudo, por viver a se lamentar.

Por perceber interesse nos presentes, professora Ana Maria encerrou o encontro com convite para participarem do DUA (Dia da Universidade Aberta) que a Metodista organiza para 30 de setembro das 10h às 14h. “Foi uma tarde agradável de aprendizagem, sociabilidade e troca de informações”, destacou ela.

Leia mais sobre os eventos do Coworking Metodista.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , , ,

JULIANA HARRIS - COORDENADORA
Juliana Harris
Minicurrículo

 


Receba informações de oferecimento deste curso

Receba informações de oferecimento sobre esse curso: