Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Assessoria Pedagógica para Inclusão / Notícias / Metodista adota nova logomarca de acessibilidade criada pela ONU

Metodista adota nova logomarca de acessibilidade criada pela ONU

Imagem substituirá a comunicação visual feita hoje pela figura do cadeirante

02/12/2015 20h30 - última modificação 03/12/2015 14h57

O novo símbolo internacional de acessibilidade criado este ano pela ONU (Organização das Nações Unidas) será adotado pela Universidade Metodista de São Paulo nos três campi em substituição à logomarca que utiliza a imagem de um cadeirante. O novo símbolo conecta por meio de um círculo figura simétrica que representa a harmonia entre os seres humanos em sociedade. A figura humana universal com os braços abertos simboliza a inclusão das pessoas em todos os níveis, em todos os lugares, informa a ONU.

Batizada de ‘A Acessibilidade’ (The Accessibility), a logomarca foi desenvolvida para aumentar a consciência sobre o universo da pessoa com deficiência. Foi criada pelo Departamento de Informações Públicas da ONU, em Nova York, com a ideia de ser usada em locais acessíveis e em produtos de informação pública impressos e eletrônicos.

Conforme professor Paulo Bessa, da Assessoria de Inclusão da Metodista, em breve a nova logomarca estará presente em todos os espaços de estacionamento, por exemplo, demarcados para as pessoas com algum tipo de deficiência.

O novo logotipo simboliza a esperança e a igualdade de acesso para todos. Segundo a ONU, foi revisto e selecionados pelos Grupos Focais sobre Acessibilidade, trabalhando com a Força-Tarefa Internacional sobre acessibilidade no Secretariado das Nações Unidas. O grupo é composto por organizações da sociedade civil, incluindo organizações de pessoas com deficiência como pessoas com mobilidade reduzida Internacional do Povo, o Disability Alliance International, Rehabilitation International, Leonard Cheshire Internacional e Human Rights Watch, entre outros.

A ONU informa que o logotipo de acessibilidade é neutro e imparcial. “Sua utilização não implica o endosso pela Organização das Nações Unidas ou do Secretariado das Nações Unidas”, diz.

Esta matéria foi publicada no Jornal da Metodista.
Conheça Outras.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , ,