Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Assessoria Pedagógica para Inclusão / Ações inclusivas / Transcrições não literais para alunos surdos usuários da língua portuguesa

Transcrições não literais para alunos surdos usuários da língua portuguesa

Considerando que a acessibilidade é descrita no Projeto Pedagógico Institucional (PPI) como “referência em todas as áreas de atuação dessa Universidade” (UMESP, PPI 2013-2016), temos rompido barreiras em várias áreas.

libras.JPG

Desde 2013, percebemos a necessidade de produzir material acessível para alunos surdos que não conhecem a língua brasileira de sinais - LIBRAS. Pensamos em várias soluções, chegando à  transcrição das teleaulas (em vídeo e áudio) para o formato TXT. Desta forma, passamos a disponibilizá-las para o aluno no ambiente virtual de aprendizagem (AVA).

Veja os depoimentos a respeito:

As aulas transcritas desse semestre estão maravilhosas. A pessoa colocou de uma forma muito legal. Até a estética da transcrição ajuda para que tenhamos uma leitura ótima". Aluna Gedália, Processos Gerenciais EAD, Polo Mauá.

Com uma proposta de tecnologia assistiva, conseguimos produzir a acessibilidade para os alunos surdos associada a uma ideia inovadora. Nayane Cardoso de Souza Moraes, Assistente Pedagógica para Inclusão.

É muito bom saber que estou colaborando de alguma forma para formação dos alunos. Fico muito feliz em poder realizar esse trabalho.”  Rafael Fernandes Pedroso, Estagiário na Assessoria Pedagógica para Inclusão.

Uma Instituição séria como a Metodista encara os desafios da inclusão de forma conjunta, num trabalho de equipe, buscando oportunizar ao aluno o acesso ao conteúdo e aprendizado do curso escolhido.  Professora Rosana Almeida, Coordenadora Processos Gerenciais EAD.

Comunicar erros