Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Arqueologia / Notícias / Veja como foi o curso de extensão "Economia e política em Judá nos períodos assírio"

Veja como foi o curso de extensão "Economia e política em Judá nos períodos assírio"

Ramat Rahel: Centro da coleta de tributos para o rei

16/03/2018 13h40 - última modificação 16/03/2018 14h04

De 26 fevereiro a 3 de março foi realizado nas dependências da FaTeo o curso de extensão “Economia e política em Judá nos períodos assírio, babilônio e persa”, organizado pelo grupo de pesquisa “Arqueologia do Antigo Oriente Próximo” do Programa de Pós-graduação em Ciências da Religião. O curso teve um total de 20 horas aula e foi assessorado pelo arqueólogo e professor da Universidade de Tel Aviv, Oded Lipschits.

 

Participantes do curso de extensão

Base nas escavações dos sítios arqueológicos Ramat Rahel e Tel Azeka, o prof. Oded nos apresentou um amplo panorama da política administrativa dos impérios supra citados em Judá. A grande novidade foi a descoberta de Ramat Rahel como centro da coleta de tributo para toda Judá. Ali foram encontrados centenas de grandes potes de cerâmica (em média 44 litros) contendo o selo e a inscrição “pertencente ao rei”. Ramat Rahel funcionou como centro de coleta de tributo por 600 anos, desde quando Judá se tornou vassalo dos assírios, em 732, até a conquista dos asmoneus, em 135, quando foi destruída por João Hircano. Portanto, a coleta do tributo não era organizada e administrada pelo templo, como sempre se supunha, mas por Ramat Rahel.

 

Participantes da “aula aberta” do curso de extensão


Comunicar erros