Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / RPCOM / Notícias / 2011 / Novembro / E-commerce investe em Universidade para capacitação de novos profissionais

E-commerce investe em Universidade para capacitação de novos profissionais

A falta de profissionais capacitados estimula empresa a criar universidade direcionada para o e-commerce

12/09/2011 17h23 - última modificação 08/08/2014 13h25

Pedro Guasti, vice-presidente do Buscapé

Bruna Roiz, Gabriele Menegheti, Isadora Clímaco

Foto: divulgação

As empresas de e-commerce investem em formação de profissionais deste ramo. A Universidade Buscapé foi criada para oferecer cursos on-line para quem quer montar seu próprio negócio. Seu principal objetivo é estimular o comércio eletrônico e formar consultores, que auxiliarão aqueles que querem estar inseridos no mercado on-line. A idéia é pioneira no mercado e o projeto foi lançado no 2º semestre deste ano. Faz parte da empresa Buscapé, a maior no setor de e-commerce da América Latina.

Uma pesquisa realizada pela E-bit e E-commerce School, constatou um mercado com déficit de mão-de-obra especializada. Dados mostram que 80 mil empregos indiretos e diretos serão gerados pelo e-commerce até o ano de 2014. No ano de 2010, 63% das empresas de comércio eletrônico contrataram novos profissionais, sendo que 97% destes não tinham capacitação técnica na área.

O precursor do projeto, Pedro Guasti, um dos vices presidentes do Buscapé, conta que o principal objetivo é fomentar e estimular o comércio eletrônico. “A Universidade Buscapé também formará consultores, que auxiliarão os empresários a obter sucesso em seus novos desafios.”

Quando questionado quanto à possível e inevitável formação de futuros concorrentes, Pedro Guasti diz que a estratégia é suprir esta carência de mercado: “Não vemos problemas com isso, pois mesmo que concorrentes contratem pessoas formadas pela universidade Buscapé, teremos pessoas capacitadas em e-commerce no geral e nas nossas ferramentas.”

A Universidade pretende formar 1200 pessoas e ter 120 consultores até março de 2012. Até agora, já passaram de 1000 inscritos desde a data do lançamento.

Comunicar erros