Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Pastoral / Reflexões da Pastoral / Nossa semeadura e nossa colheita

Nossa semeadura e nossa colheita

Estamos iniciando mais um ano na UMESP e nos Colégios Metodista. Em 2015 temos novos sonhos e desafios. Podemos dizer também que será um tempo de investimento e semeadura. A vida é feita de escolhas e decisões e também de iniciativas e atitudes. Se fizermos uma semeadura errada, no campo errado, faremos também uma colheita errada. Colhemos o que semeamos, e colhemos mais do que plantamos. As agendas dos Colégios deste ano enfatizam “As Parábolas de Jesus”. Dentre as parábolas, destaco aquela descrita no mês de maio, chamada a parábola do semeador (Mateus 13.1-9)

Veja alguns princípios da nossa reflexão:

1. A semeadura exige preparação.
Antes de semear um campo, o agricultor escolhe as sementes e prepara o terreno. Na parábola de Jesus, algumas sementes caíram à beira do caminho, no chão duro e sem umidade. A semente não penetrou na terra e, por isso, os passarinhos vieram e a comeram. Outras sementes caíram no terreno pedregoso. A semente até nasceu, mas por falta de umidade, mais tarde secou. De igual forma, outras caíram em meio aos espinheiros e a semente ao nascer foi sufocada e não produziu frutos. Apenas a semente que caiu na terra boa frutificou a trinta, a sessenta e a cem por um. Nós somos os semeadores e a Universidade e o Colégio são os campos onde a semente é lançada. Precisamos preparar nosso coração para lançar e receber esta semente!

2. A semeadura exige esforço e dedicação.
O salmista diz que quem sai andando e chorando enquanto semeia voltará com júbilo, trazendo os seus feixes (Salmo 126.6). Semear exige preparo, esforço e dedicação. Para semear precisamos sair e nos desinstalar do nosso comodismo. Na parábola, vemos a semente sendo impedida de crescer e frutificar por várias situações: as aves, as pedras e os espinhos. É por isso que a semeadura, muitas vezes, arranca lágrimas dos nossos olhos. Mas o semeador não desiste, ele sai andando e chorando enquanto semeia pela certeza de que a colheita é certa, abundante e feliz.

3. A semeadura determinada a colheita.
Nós colhemos o que semeamos. Quem semeia amizade, colhe afeto. Quem semeia amor, colhe simpatia. Quem semeia bondade, colhe misericórdia. Quem muito semeia, com abundância ceifará. Nossas palavras e ações são sementes que se multiplicam para o bem ou para o mal.

Estamos no começo de um novo ano letivo. Que tipo de semente nós vamos semear em nossa vida, em nossa família e em nossa escola? Que tipo de semeadura nós teremos em nossos estudos, em nossos relacionamentos e em nosso trabalho? Que Deus nos ajude a semear com alegria e com abundância no campo certo, usando as sementes certas, para colher os frutos certos. Nós somos a lavoura de Deus e Ele espera de nós muitos frutos e como diz Jesus: "pelos seus frutos os conhecereis" (Mateus 7.20).

Pastor Wesley Cardoso Teixeira
Pastoral Universitária e Escolar - UMESP

Comunicar erros

ATENDIMENTO

Campus Rudge Ramos -  Edifício Sigma, Sala 205
Telefone – 4366-5543

Atendimento:


- Segunda a sexta-feira, das 8h às 22h
- Sábados, das 8h às 12h



Campus Planalto – Edifício A, Sala 316
Telefone: 4366-5339

Prof.ª Rosane Silva de Oliveira
Pastor Hércules Andrade Araújo
Pastor Edemir Antunes Filho

Atendimento:

- Segunda-feira, das 8h às 12h e das 19h às 21h30
- Terça-feira, das 8h às 21h30
- Quarta-feira, das 10h às 21h30
- Quinta-feira, das 8h às 14h e das 19h às 21h30
- Sexta-feira, das 8h às 12h
 



Campus Vergueiro -  Edifício A, sala 150
Telefone: 4366-5403

Pastora Angela Aparecida Balbastro Ribeiro
Pastor Edemir Antunes Filho

Atendimento:

- Terça-feira, das 14h às 21h30
- Quinta-feira, das 14h às 21h30



Colégio Metodista SBC
Telefone: 4366-5796

Pastor Wesley Cardoso Teixeira
Prof.ª Elaine Cezar da Silva

Atendimento:

- Segunda-feira, das 8h às 12h
- Quarta-feira, das 8h às 17h
- Terça, quinta e sexta-feira, das 8h as 17h30