Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Pastoral / Reflexões da Pastoral / Luz, um caminho para a gratidão

Luz, um caminho para a gratidão

“Tu Senhor, manténs acesa a minha lâmpada; o meu Deus transforma em luz as minhas trevas. ” Salmo 18,18

No mês de outubro, passei por uma experiência nada agradável, fiquei três dias sem poder receber um mísero feixe de luz em meu olho esquerdo. Fui acometida de fotofobia. Se eu estivesse em um ambiente escuro, tudo ficava bem, eu podia abrir os olhos, tranquilamente, mas, se estivesse num local iluminado, a dor era insuportável.

Sinceramente, eu nunca havia parado para pensar no quanto é maravilhoso acordar pela manhã, abrir os olhos e contemplar a luz do dia. Receber o sol pela janela, vislumbrar o verde fresco das plantas, poder encarar o brilho no olhar de um filho, o sorriso de uma filha.

Isso tudo é muito bom, mas durante aqueles dias, coisas simples se tornaram complicadas para mim, minha locomoção ficou mais lenta, não pude dirigir, não conseguia olhar para a tela do celular e nem da TV. O quarto escuro era o meu refúgio, ali eu não sentia dor, porém, eu não poderia ficar o tempo todo trancada no quarto, nem que eu quisesse, eu não aguentaria. Então, coloquei óculos escuros e, quando em contato com a luz, eu cobria o meu olho esquerdo com a palma das mãos, e assim fui vivenciando aquela situação assustadora que durou dois dias.

No terceiro dia, ao acordar, abri os olhos bem devagar e ousei olhar em direção à porta do quarto, de onde vinha a luz e, estranhamente, percebi que a fotofobia havia acabado. Parecia um milagre! Abrir os olhos e não sentir dor foi simplesmente fantástico! E eu agradeci. Agradeci a Deus de todo o meu coração. Algo, que para mim era tão normal e despercebido, tornou-se gigante! Eu podia, enfim, abrir os olhos num ambiente iluminado!

Essa experiência me fez refletir sobre a luz e sua importância em nossa vida. Luz que ilumina, que nos mostra o caminho e muitas vezes nem lembramos que ela está lá. Assim também é com a nossa vida, nós não precisamos perder algo para valorizá-lo e sermos agradecidos. Não precisamos adoecer para agradecer a saúde, ou passar fome para agradecer o alimento, como também, não precisamos perder alguém para perceber o quanto este/a era amado/a.

E por falar em agradecer, neste mês nós comemoramos o Dia Nacional de Ação de Graças, celebrado na quarta quinta-feira de novembro. Um dia especial para que nosso coração se encha de gratidão, um tempo para refletirmos sobre tudo que recebemos no ano, em nosso dia a dia, em nossa vida e, principalmente, para nos lembrarmos que uma boa ação de gratidão é o repartir um pouco do que temos!

Que a luz de Deus ilumine nossos olhos, nossa mente e nosso coração para que possamos enxergar com clareza a Sua imensa bondade e que esta luz divina também nos ilumine para enxergarmos as necessidades das pessoas que nos cercam e, assim, expressarmos nossa gratidão a Ele pelas bênçãos recebidas, também através de ações.

Oração de gratidão à vida
(Luiz Carlos Ramos)

Eterno Deus,
rendemos-te graças pela vida
e por tudo que ela nos tem dado:

Pela luz dos nossos olhos
que nos permite distinguir o claro do escuro;
e, no meio da multidão, as pessoas que amamos.

Obrigado pelos sons do dia e os ruídos da noite,
e pelo dom de podermos, no meio disso tudo,
distinguir a voz terna de quem nos ama.

Somos gratos pelas palavras
que pensamos e pronunciamos:
“mãe”, “amigo”, “irmã”, “saudade”;
porque nos iluminam e alimentam a alma.

Obrigado pela marcha dos nossos pés cansados;
porque com eles visitamos cidades, praias e bosques,
com eles alcançamos a rua, o pátio e a casa de quem amamos.

Somos gratos pelo riso e pelo pranto, pela sina e pelo canto,
porque no canto de todos encontramos nosso próprio canto.

Obrigado, Senhor, pelos amigos, obrigado pelas amigas,
pela comunhão de luz, de sons, de palavras, de passos e de cantos.

Somos gratos pela vida que nos tem dado tanto.
Amém.

Elaine Cezar da Silva
Agente de Pastoral

Comunicar erros

ATENDIMENTO

Campus Rudge Ramos -  Edifício Sigma, Sala 205
Telefone – 4366-5543

Atendimento:


- Segunda a sexta-feira, das 8h às 22h
- Sábados, das 8h às 12h



Campus Planalto – Edifício A, Sala 316
Telefone: 4366-5339

Prof.ª Rosane Silva de Oliveira
Pastor Hércules Andrade Araújo
Pastor Edemir Antunes Filho

Atendimento:

- Segunda-feira, das 8h às 12h e das 19h às 21h30
- Terça-feira, das 8h às 21h30
- Quarta-feira, das 10h às 21h30
- Quinta-feira, das 8h às 14h e das 19h às 21h30
- Sexta-feira, das 8h às 12h
 



Campus Vergueiro -  Edifício A, sala 150
Telefone: 4366-5403

Pastora Angela Aparecida Balbastro Ribeiro
Pastor Edemir Antunes Filho

Atendimento:

- Terça-feira, das 14h às 21h30
- Quinta-feira, das 14h às 21h30



Colégio Metodista SBC
Telefone: 4366-5796

Pastor Wesley Cardoso Teixeira
Prof.ª Elaine Cezar da Silva

Atendimento:

- Segunda-feira, das 8h às 12h
- Quarta-feira, das 8h às 17h
- Terça, quinta e sexta-feira, das 8h as 17h30