Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Pastoral / Reflexões da Pastoral / A Inquietude da Vida

A Inquietude da Vida

Marta agitava-se de um lado para outro, ocupada em muitos serviços. Então, se aproximou de Jesus e disse: Senhor, não te importas de que minha irmã tenha deixado que eu fique a servir sozinha? Ordena-lhe, pois, que venha ajudar-me. Respondeu-lhe o Senhor: Marta! Marta! Andas inquieta e te preocupas com muitas coisas. Entretanto, pouco é necessário ou mesmo uma só coisa, Maria escolheu a boa parte, e esta não lhe será tirada. Lucas 10:40-42

Nas grandes cidades, podemos perceber como as pessoas vivem apressadamente. Sempre se tem algo para fazer, um problema para resolver e nos pegamos sempre correndo. Queremos dar conta das demandas de maneira rápida e eficiente, que tudo se encaixe de forma harmoniosa a nosso favor, claro. Ainda há outro motivo: muitas vezes corremos não porque queremos correr, mas porque estamos pressionados por outras pessoas e assim assumimos a pressa de demandas que não são nossas. Geralmente, quando fazemos algo de forma apressada, as chances de que alguma coisa errada aconteça é muito grande. Mas pelo jeito, esta não é uma realidade nova dos tempos modernos: já no tempo de Jesus acontecia e ele próprio foi provocado a acompanhar a demanda dos outros. 

No texto acima vemos Jesus em visita à casa de Marta e Maria, provavelmente, irmãs de Lázaro. Mas as duas irmãs tomaram atitudes distintas uma da outra no momento que recebiam Jesus. Enquanto Marta se agitava de um lado para o outro, servindo à mesa, Maria se sentou perto de Jesus para ouvir seus ensinamentos. Se considerarmos a questão cultural da época, realmente, Marta estaria certa no sentido de que as mulheres cuidavam dos serviços da casa e era esperado que, com uma visita, elas pudessem proporcionar o melhor para o visitante.

Em um tempo que as mulheres não eram nem contadas em um grupo de pessoas, ver Maria sentada e participando da conversa com Jesus seria um absurdo. Porém, Maria identificou nos ensinamentos de Jesus algo que lhe importava muito. Ela precisava aprender, então, tomou esta atitude de ir contra a cultura da época para ouvir o mestre. E depois, ela estava em sua própria casa.

Quando Jesus foi questionado se ele não se importava com aquela situação, a resposta foi surpreendente: “Marta! Marta! Andas inquieta e te preocupas com muitas coisas...”. Jesus apontou que cada uma delas podia fazer as escolhas que quisesse, mas Maria havia escolhido a boa parte e Jesus não ia lhe tirar isso.

As escolhas que fazemos são de nossa responsabilidade. Fazer escolhas em um momento de agitação é a pior atitude que alguém pode ter. Nossas escolhas precisam ser tomadas com serenidade, paciência e mansidão. Assim, há tempo de pensar e, com critério, escolher e se decidir. Devemos ter cuidado com as nossas escolhas, pois somos responsáveis por elas. Não adianta jogar em Deus os erros das nossas escolhas apressadas. O que podemos aprender é que: “a pressa é inimiga da perfeição”. Se nossas escolhas não têm sido boas, vamos parar para pensar e, com calma, pedir a Deus que nos ensine a fazer escolhas e aprender com elas.

Pr. Hércules.

Comunicar erros

ATENDIMENTO

Campus Rudge Ramos -  Edifício Sigma, Sala 205
Telefone – 4366-5543

Atendimento:


- Segunda a sexta-feira, das 8h às 22h
- Sábados, das 8h às 12h



Campus Planalto – Edifício A, Sala 316
Telefone: 4366-5339

Prof.ª Rosane Silva de Oliveira
Pastor Hércules Andrade Araújo
Pastor Edemir Antunes Filho

Atendimento:

- Segunda-feira, das 8h às 12h e das 19h às 21h30
- Terça-feira, das 8h às 21h30
- Quarta-feira, das 10h às 21h30
- Quinta-feira, das 8h às 14h e das 19h às 21h30
- Sexta-feira, das 8h às 12h
 



Campus Vergueiro -  Edifício A, sala 150
Telefone: 4366-5403

Pastora Angela Aparecida Balbastro Ribeiro
Pastor Edemir Antunes Filho

Atendimento:

- Terça-feira, das 14h às 21h30
- Quinta-feira, das 14h às 21h30



Colégio Metodista SBC
Telefone: 4366-5796

Pastor Wesley Cardoso Teixeira
Prof.ª Elaine Cezar da Silva

Atendimento:

- Segunda-feira, das 8h às 12h
- Quarta-feira, das 8h às 17h
- Terça, quinta e sexta-feira, das 8h as 17h30