Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Observatório Econômico / Notícias / Observatório Econômico comenta no DGABC queda de renda

Observatório Econômico comenta no DGABC queda de renda

Dados da RAIS indicam queda média de 3,3% no poder aquisitivo regional em 2014

23/09/2015 18h20 - última modificação 08/10/2015 20h24

O trabalhador do Grande ABC perdeu 3,3% de poder aquisitivo no ano passado, de acordo com dados da Rais (Relação Anual de Informações Sociais) compilados pelo Diário do Grande ABC. Segundo o professor Sandro Maskio, do Observatório Econômico da Universidade Metodista, que participa da reportagem, uma das explicações é o corte dos empregos mais acentuadamente na indústria, que tradicionalmente paga salários mais altos.

A reportagem do DGABC compara o levantamento da Rais, elaborado pelo MTE (Ministério do Trabalho e Emprego), nos períodos dezembro de 2013 e dezembro de 2014, quando o trabalhador da região ganhava, respectivamente, R$ 2.761,94 e R$ 2.670,39 ao mês. Nesse período, os sete municípios do ABC paulista perderam 14.541 postos de trabalho formais, ou seja, regidos pela CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas) ou de estatutos do funcionalismo público.

O achatamento médio da renda regional não foi compensado sequer pela migração de trabalhadores industriais para comércio e serviços, onde houve ligeira oferta de trabalho mas os salários são menores, destaca a reportagem. Na média, o empregado da área comercial ganhava em dezembro R$ 1.954,60, ou 91% menos do que na indústria. Leia a íntegra da matéria publicada em 13 de setembro em http://www.dgabc.com.br/Noticia/1587223/rendimento-do-trabalhador-cai-3-3-em-2014-no-grande-abc

 

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,