Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Observatório Econômico / Notícias / Grande ABC deve movimentar R$ 307 milhões no Natal

Grande ABC deve movimentar R$ 307 milhões no Natal

04/12/2012

04/12/2012 19h25 - última modificação 10/12/2012 11h52

Confira aqui o resultado na íntegra .

Os gastos com presentes para o Natal, que acontece no próximo dia 25 deverá movimentar aproximadamente R$ 307 milhões na região do Grande ABC. Esta é uma das conclusões da Pesquisa de Intenção de Compra - Natal 2012, realizada pelo Observatório Econômico da Faculdade de Administração e Economia da Universidade Metodista de São Paulo.

Isso significa um aumento de R$ 7 milhões em relação ao ano passado, quando a pesquisa apontou uma expectativa de movimentação de R$ 300 milhões. Isso significa uma expansão nominal de 3%. De acordo com os dados levantados na pesquisa, o valor médio a ser gasto por presente é de R$ 158, 7% a mais do que em 2011. Já o valor total que os consumidores pretendem gastar com presentes neste Natal é de R$ 460, contra R$ 500 em 2011.

Cerca de 45% dos entrevistados revelaram ter renda  familiar  entre  3 e 10 salários  mínimos  (entre  R$ 1.866  e  R$ 6.220).  A disponibilidade de renda familiar mostrou ser um importante determinante das escolhas dos consumidores, influenciando as decisões referentes ao tipo de comércio, o preço, até a disposição em gastar.

Os principais presentes deverão ser vestuário, calçados e acessórios (34,4%), perfumes e cosméticos (18,9%) e brinquedos (11,2%). Entretanto, 14,5% dos entrevistados ainda não definiram o (s) presente (s) que irão comprar.

O principal meio de pagamento utilizado nas compras deverá ser o dinheiro (43,2%), seguido pelo cartão de crédito (33,7%) e de débito (15,5%), sendo que aqueles que usarão o cartão de crédito apresentaram maior disposição em gastar (R$ 659, contra R$ 341 dos que usarão dinheiro).

Em relação à mobilidade, 27% dos consumidores tende a realizar as compras em um município diferente do que reside. Os principais estabelecimentos apontados foram os shoppings (40,3%) e o comércio formal do centro das cidades (34,6%). São Bernardo do Campo lidera como local preferido das compras, com 28,9%.

Os consumidores que revelaram ter preferência por comprar no shopping também apresentam maior disposição em gastar (R$ 667), comparativamente aos que declararam planejar efetivar a compra no comércio do centro das cidades (R$ 310).

Metodologia e Amostra

Para possibilitar o aprofundamento do conhecimento sobre o comportamento do mercado consumidor da região para o Natal, foi aplicado um questionário com mais de 34 questões, no qual procurou-se identificar:

• Perfil dos consumidores
• Identificação das pessoas a serem presenteadas
• Determinantes da decisão de consumo

A coleta das informações foi realizada nos sete municípios que compõe o Grande ABC. A distribuição da mesma foi realizada de forma proporcional à população de cada um dos municípios.

Os locais de aplicação do questionário concentram-se nos principais shoppings de cada município e nas principias áreas de comércio no centro das respectivas cidades.

A aplicação dos questionários foi realizada por uma equipe de funcionários das Associações Comerciais. Cada uma delas responsabilizou-se de realizar a aplicação da pesquisa no município em que atua diretamente.

O questionário é composto por perguntas diretas e objetivas, de múltipla escolha em sua maior parte. A metodologia da construção das questões buscou torná-las o mais transparente possível, com a finalidade de deixar o entrevistado à vontade e de garantir eficácia na aplicação dos mesmos.

A amostra pesquisada foi determinada por critérios estatísticos, com o objetivo de garantir a maior fidedignidade possível. A partir das técnicas apresentadas por Guerra e Donaire (1990)*, para uma população de 2,5 milhões de pessoas, a amostra foi determinada para que se obtivesse um grau de confiança de 95%, com margem de erro de 4,5%. Para conseguir estas características, a amostra mínima necessária é de 416 entrevistas.

Ao todo foram realizadas mais de 500 entrevistas. Após a análise da base dados, o processo de validação efetivou 418 entrevistas, que passaram a compor a amostra efetiva do estudo. A distribuição destas entre os municípios se mostrou aproximada à distribuição da população residente.

Cabe ressaltar que este total de entrevistas consideradas refere-se apenas aos entrevistados que disseram ter intenção de presentear alguém no Natal.

A pesquisa foi aplicada entre os dias 12 e 26 de novembro de 2012. Este intervalo foi escolhido para que houvesse tempo suficiente para a tabulação e análise dos dados, bem como para a divulgação dos mesmos com alguma antecedência em relação ao Natal.

* GUERRA, M.J & DONAIRE, D. Estatística Indutiva: teoria e aplicação. 4 ed. São Paulo: Livraria Ciência e Tecnologia Editora, 1990.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , ,