Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2017 / Setembro / Cursos entram pela primeira vez na avaliação do Guia do Estudante

Cursos entram pela primeira vez na avaliação do Guia do Estudante

Graduações foram ranqueadas como boas e muito boas

01/09/2017 22h05 - última modificação 15/09/2017 20h28

O Guia do Estudante, da editora Abril, anunciou as avaliações de cursos referentes ao ano de 2017 nesta última semana. Mais uma vez, a Universidade Metodista de São Paulo apresentou ótimos resultados, com um total de 82 estrelas em 23 cursos de graduação presencial.

O Guia é uma das mais tradicionais avaliações de cursos superiores do Brasil. Cada curso avaliado recebe conceitos de pelo menos seis pareceristas convidados, entre coordenadores, diretores de departamentos e professores.

Alguns cursos da Universidade entraram pela primeira vez na avaliação do Guia, que agora também considera licenciaturas, além dos bacharelados. Os cursos avaliados pela primeira vez em 2017 são: Engenharia Ambiental e Sanitária, Engenharia da Computação, Filosofia e Matemática.

Escola de Engenharia, Tecnologia e Informação

Criada nos anos 90, a área de Exatas e Tecnologia da Informação completa 25 anos de atividades em 2017. Para Carlos Eduardo Santi, Diretor da Escola de Engenharia, Tecnologia e Informação e coordenador de Engenharia da Computação, a conquista de 3 estrelas no Guia nas graduações de Engenharia Ambiental e Sanitária, Engenharia da Computação e Sistemas da Informação é consequência de um trabalho conjunto de professores e estudantes.

“Os nossos alunos têm participado de diferentes eventos dentro e fora da Universidade que dão maior visibilidade a eles (alunos) e aos cursos. Dentre esses eventos, posso citar a premiação de alunos nossos no Prêmio Estudantil no Congresso SAE Brasil, a participação no curso de liderança do Common Purpose e no concurso GM Xperience”, enumera.

Para Santi, o desenvolvimento de projetos semestrais pelos alunos da Escola é outro destaque, pois “esses projetos desenvolvem competências relacionadas ao relacionamento interpessoal além das competências técnicas, algo que se tem buscado com grande ênfase, principalmente nas áreas de Engenharia”, diz. A EETI possui, atualmente, parcerias com importantes empresas da área, como Microsoft, Oracle, IBM, D-Link, Festo, entre outras, a fim de que os alunos estejam sempre atualizados. Outra importante frente de formação são as Semanas ETTI, introduzidas em 2004 e realizadas anualmente com profissionais do mercado reunidos em palestras, minicursos e workshops.

E para o futuro, a EETI tem muitos projetos em elaboração: “Estamos desenvolvendo atividades ligadas à internacionalização, com a possibilidade de nossos alunos participarem de atividades acadêmicas em inglês, também receberemos o Projeto Hackatruck da IBM, sendo a única instituição do Grande ABC a participar deste projeto. Além disso, estamos desenvolvendo parcerias com grandes empresas para a realização de atividades em que a participação dos alunos poderá lhes agregar maior valor ao currículo. Estas atividades, além das que temos desenvolvido nos últimos anos são de fundamental importância para mantermos o alto nível de qualidade dos nossos cursos”, completa.

Estimulo à docência

O curso de Filosofia recebeu 4 estrelas sendo considerado muito bom. O professor Wesley Adriano Martins Dourado, coordenador da graduação, ressalta que esse reconhecimento comprova os esforços em formar profissionais altamente capacitados ao ensino. “O curso de Filosofia é um curso de formação de docentes para o ensino de filosofia e, com vigor e seriedade, procura garantir a formação necessária para o domínio dos conteúdos da tradição filosófica, mas também, para reservar o devido lugar dos saberes que tratam da educação, do ensino, da docência em filosofia”, diz.

Um dos mais tradicionais da Grande São Paulo, o curso de Filosofia está há 15 anos formando filósofos e professores de filosofia efetivamente preparados para lidar com as adversidades contemporâneas da educação básica em seus variados níveis. O corpo docente altamente qualificado e com experiência na área é um dos diferenciais da graduação.

“Os docentes do curso têm ou tiveram experiência na educação básica, o que implica numa sensibilidade adicional no trato com os que se interessam pela docência. Portanto, a composição de um corpo docente com essa característica é outro elemento de manutenção da qualidade. Some-se a isso, a assunção, em termos de pesquisa acadêmica, da educação como um problema filosófico fundamental, tal como se verifica na produção de diferentes docentes do curso de filosofia, bem como, na produção de iniciação científica dos discentes”, explica.

A Metodista possui um Programa de Pós-Graduação em Educação, que conta com Mestrado e Doutorado, o que complementa a formação de professores. A licenciatura em Matemática é um dos cursos que passa a ser avaliado pelo Guia e que obteve 4 estrelas nesta avaliação, sendo considerado muito bom.

“Esse reconhecimento é uma recompensa para o trabalho de qualidade que toda a equipe do curso, professores e coordenação, vem desenvolvendo há 25 anos nessa instituição. Essa foi a primeira vez que os cursos de licenciaturas foram avaliados pelo Guia do Estudante e conseguimos logo 4 estrelas. Estamos todos muito felizes!”, relata a professora Debora Bezerra, coordenadora da graduação.

Debora ressalta que o curso desenvolve ações diretas com a comunidade e o aluno tem a oportunidade de, desde o início do curso, “pensar na profissão e em como ser um professor de Matemática diferente, de qualidade. Além disso, como o curso faz parte do programa de licenciaturas da instituição os alunos têm oportunidade de discutir problemas gerais de educação com outros colegas que também serão professores”.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , , , , , , , , , , ,