Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2011 / Novembro / Começam os atendimentos de saúde a caminhoneiros na Via Anchieta

Começam os atendimentos de saúde a caminhoneiros na Via Anchieta

16/11/2011

16/11/2011 17h28

O caminhoneiro Valdevino dos Santos é o usuário número 1 do Projeto Biovia e já começou passando por avaliações - Crédito: Vania Delpoio

Com parceria formalizada pela Universidade Metodista de São Paulo e Ecovias – concessionária que administra o Sistema Anchieta-Imigrantes – no começo do semestre, o “Projeto Biovia” teve início das atividades no último dia 11 de novembro, quando ocorreu o evento de inauguração. Com um centro de atendimento localizado no quilômetro 40 da pista Sul da Rodovia Anchieta, o objetivo do projeto é melhorar a qualidade de vida e a saúde dos caminhoneiros que trafegam pelas rodovias.

O local, que já funcionava como pátio de descanso, conta agora com um espaço com equipamentos de diagnóstico e tratamento. Os atendimentos serão feitos por professores e estudantes dos cursos de Odontologia, Fisioterapia, Biomedicina, Ciências Biológicas, Educação Física, Farmácia e Nutrição da Metodista.

Na ocasião da inauguração estavam presentes representantes das instituições parceiras, as equipes de atendimento e alguns caminhoneiros que já estavam interessados no serviço. Há 30 anos nas estradas, Valdevino Ferreira dos Santos se tornou o usuário número 1.

“Em todo esse tempo de trabalho, eu ainda não tinha visto um serviço mais completo como esse. Nós quase não temos tempo de ir ao médico, então essa assistência vai ajudar a ter uma vida melhor no trabalho. É bom saber que, sempre que passar por aqui, terá alguém para cuidar da saúde da gente”, afirmou o caminhoneiro.

Os estudantes também estão animados com o projeto. “Tenho a expectativa de adquirir mais experiência como biomédico. Além de aprender na prática, é bom colaborar com os caminhoneiros, de modo que eles possam ter uma melhoria, tanto no trabalho, como na vida saudável”, disse o estudante do 6º semestre de Biomedicina, Gabriel Dias Malvão.

O reitor da Metodista, professor Marcio de Moraes, disse que “a Instituição, em seu conjunto, principalmente estudantes, tem essa oportunidade de vivenciar uma situação real fora do ambiente do campus da Universidade. Dentro das situações que são necessárias serem criadas para formar o aluno, isso é, sem dúvida, muito mais do que podemos oferecer em condições de simulação, o fato dele se deslocar para outro local e conviver com situações que talvez não pudéssemos levar para dentro da sala de aula”.

A Ecovias realizou uma pesquisa entre abril e maio de 2011 com 300 caminhoneiros, na qual foi constatado que 58% destes profissionais afirma ter jornadas de trabalho superiores a 12 horas diárias. Um em cada dez admitiu já ter feito uso de drogas ilícitas e, quanto às horas de sono e alimentação, 31% dos caminhoneiros dormem menos que 6 horas por dia, enquanto apenas 33% realiza três refeições diárias.

Veja mais fotos da inauguração do Projeto Biovia.

 

Saiba mais:

Metodista fará atendimento de Saúde a caminhoneiros na Via Anchieta

 
Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , ,
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático