Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Extensão / Notícias / Capacitados pela Metodista, ex-moradores de rua criam cooperativa de construção e reformas

Capacitados pela Metodista, ex-moradores de rua criam cooperativa de construção e reformas

Primeiro grupo do projeto “Gente é para brilhar” foi realizado com ONG Padre Pio

08/12/2017 17h25

Projeto pioneiro de ressocialização teve 13 participantes da ONG Padre Pio

Eles eram moradores de rua, mas tiveram oportunidade de estudar e formar uma cooperativa de reformas e construção para voltar à vida profissional e social. O projeto "Gente é para brilhar", realizado pela Universidade Metodista de São Paulo junto à ONG Comunidade Padre Pio, no Riacho Grande, acaba de diplomar o primeiro grupo de 13 participantes de oficinas profissionalizantes agora capacitados para seguir uma carreira.

O evento na noite de 6 de dezembro foi de muita emoção, principalmente do professor Marco Aurélio Bernardes, da Escola de Gestão e Direito e coordenador do projeto, idealizado a partir de contato que teve com um jovem em situação de rua que não conseguia emprego. Planejou, então, uma forma de a Metodista auxiliar pessoas nessa situação.

A parceria foi feita com a Comunidade Padre Pio porque já trabalha com esse público, muitos vindos de famílias desestruturadas e da dependência química. As oficinas de formação começaram em agosto último e somaram 40 horas. Alunos e professores do curso de Processos Gerenciais estiveram à frente do processo, que reuniu temáticas como CANVAS, Comportamento Empreendedor, Fluxo de Caixa, Criatividade, Economia Solidária, Cooperativismo e Relações Humanas.

O grupo de oficineiros capacitados também foi acompanhado pela psicóloga Sandra Soares Godinho, o que possibilitou desenvolver um trabalho socialmente estruturado. Para dar início ao projeto, a equipe do professor Marco Aurélio Bernardes realizou entrevistas sobre a formação e capacitação profissional de cada um. “Percebemos que muitos tinham habilidades no setor de reforma predial”, contou.

O projeto de ressocialização dos oficineiros segue agora até agosto do próximo ano, para que o grupo receba assessoria para manter a cooperativa e andar com as próprias pernas. A ideia é estabelecer parcerias em outras cidades do Grande ABC.

Leia como foi o início do Gente é para Brilhar.

Veja matéria publicada no jornal Metro.

Acompanhe imagens da noite de diplomação: 

Diplomação do projeto "Gente é para brilhar"

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , , , ,
SOBRE A COORDENAÇÃO