Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Dirigentes da Federação do Pessoal da CEF visitam polo Rudge Ramos

Dirigentes da Federação do Pessoal da CEF visitam polo Rudge Ramos

Fenae celebrou convênio para oferecer cursos EAD Metodista a mais de 97 mil funcionários da Caixa Econômica Federal no País

25/04/2016 20h10 - última modificação 25/04/2016 20h10

Dirigentes de entidades classistas da CEF (segundo e terceiro da dir. para esq.) foram recebidos na diretoria da EAD (Foto Malu Marcoccia)

Dois dirigentes de entidades de classe dos funcionários da Caixa Econômica Federal visitaram dia 15 de abril passado o campus Rudge Ramos e polo sede da Educação a Distância da Universidade Metodista de São Paulo. José Robson dos Santos, consultor de convênios da Federação Nacional das Associações do Pessoal da CEF (Fenae), e Eliney Francisco Santos, da Associação do Pessoal da CEF Regional Estado de São Paulo (APCEF), foram recebidos pelo diretor de EAD, professor Luciano Sathler, após conhecerem a infraestrutura física e de equipamentos da universidade.

“Achamos muito adequado e à altura de um convênio do nosso porte”, elogiou Eliney Santos, que tem sob a base territorial paulista 15,5 mil associados da Caixa, número que sobe para 60 mil contando os dependentes. Em todo o País, são mais de 97 mil funcionários na ativa e 41 mil aposentados.

A Fenae é uma das 11 organizações que se juntaram neste 2016 à carteira de convênios da EMEC (Escola Metodista de Educação Corporativa), que possibilita aos funcionários descontos nas mensalidades de 5% até 20%. São agora 228 organizações conveniadas à EMEC, cujos colaboradores podem ter formação profissional entre graduação, pós-graduação lato sensu (especializações) e graduação tecnológica, sejam presenciais ou a distância. Há também opções de cursos de curta duração e extensão na modalidade presencial. No caso da Fenae, o benefício é extensivo aos dependentes.

Capilaridade

“A Caixa tem grande capilaridade pelo Brasil e necessita de formação para equipes sobretudo de agências mais distantes. Estamos estreitando nosso relacionamento com eles e compartilhando todos os meios possíveis para divulgação dos cursos. Eles gostaram muito da nossa estrutura e saíram bem impressionados”, declara o diretor da EAD Metodista, professor Luciano, que recebeu os dirigentes ao lado do coordenador de Relacionamento com Polos, Marcelo Milan Gil, e do analista de Marketing Digital, Lucas Vidigal.

Segundo José Robson, da Fenae, o perfil médio dos funcionários da Caixa é de jovens com 25 anos e já com nível superior. A tendência é que busquem uma especialização nas áreas de gestão e finanças. “Mas temos também um pessoal mais antigo e mesmo os aposentados, que poderão se qualificar nas áreas que desejarem. Não colocamos restrição para ninguém. Buscamos que se aperfeiçoem cada vez mais”, afirma o consultor de convênios da Fenae.






Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , ,