Reconhecimento e Prêmios

Reconhecimentos públicos da qualidade Metodista

Reconhecimento

Reconhecimento do MEC e credenciamento

Recredenciamento

A Universidade Metodista de São Paulo foi recredenciada junto ao MEC para a oferta de cursos superiores na modalidade a distância por mais 10 anos. Confira o parecer CNE/CES 291/2015, divulgado no Diário Oficial da União de 29 de setembro de 2015.

Credenciamento

A Universidade Metodista de São Paulo é credenciada pelo Ministério da Educação e tem a autorização para oferecer cursos a distância, conforme Portaria Nº 4.386, de 15 de dezembro de 2005, aditada pela Portaria Nº 1770, de 1º de novembro de 2006.

Confira as autorizações do MEC

 

Veja também

Comunicar erros

Guia do Estudante

Pela sétima vez (2009, 2010, 2011, 2012, 2013, 2015 e 2016), a Universidade Metodista de São Paulo foi eleita a melhor universidade privada de Comunicação e Informação do País, área que abrange os cursos de Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Rádio, TV e Internet, Relações Públicas, Secretariado Executivo Bilíngue e Letras (Língua Estrangeira e Língua Portuguesa), e recebeu o Prêmio Melhores Universidades Guia do Estudante – 2016, concedido pela Editora Abril.

Esse reconhecimento é resultado da dedicação e empenho de todos os alunos, professores, funcionários, coordenadores e diretores, que juntos constroem cursos cada vez melhores, promovendo educação de excelência para todos.

Comunicar erros

Parecer: Amparo legal para a EAD no Brasil

Questionado sobre a legislação que rege a educação na modalidade a distância no país, Fabrizio Cezar Chiantia, professor universitário e advogado, deu o seu parecer sobre o tema. Veja no documento a seguir, por ele organizado, como a Educação a Distância está amparada pelo direito à Educação, garantida pela Constituição Federal do Brasil.

Leia o parecer completo.

Fonte: ABED (Associação Brasileira de Educação a Distância)


Comunicar erros

Decreto

Decreto


O artigo 80 da Lei Nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional – especialmente no que se refere à educação a distância, foi regulamentado pelo Decreto Nº 5.622, de 19 de dezembro de 2005.

Confira o Decreto 5.622 na íntegra.

Comunicar erros

Metodista é umas das melhores universidades de educação a distância do País

A ABE-EAD (Associação Brasileira dos Estudantes de Educação a Distância) foi criada em 2008 com o objetivo de articular ações em prol de uma educação a distância de alta qualidade acadêmica e tecnológica.

Para alcançar o seu objetivo e contribuir para a constante melhora da EAD no Brasil, desde 2009, a Associação desenvolve pesquisas levando em consideração a opinião dos alunos sobre os cursos em que estão matriculados.

Na pesquisa realizada em 2010, 56 instituições foram avaliadas e a Universidade Metodista de São Paulo, que obteve nota 4, foi considerada a 3ª maior instituição de ensino a distância do País.

Já na pesquisa realizada em 2011, a Metodista foi contemplada pela pesquisa com a nota máxima 5 e recebeu, de acordo com a opinião dos alunos, o conceito plenamente satisfatório.  

A conquista da nota máxima é resultado da qualidade da Educação a Distância oferecida pela Instituição em relação a alguns importantes aspectos, como materiais didáticos, professores e professores auxiliares, atendimento na instituição e no polo e infraestrutura da instituição e dos polos.

Comunicar erros

Mercado está aberto para os profissionais formados em cursos a distância

A educação a distância vem crescendo a cada ano no Brasil. Segundo o presidente da Associação Brasileira de Educação a Distância (ABED), Fredric Litto, entre 2002 e 2008, o número de alunos dessa modalidade aumentou 900%, avanço conquistado devido à qualidade de muitos cursos oferecidos no País e à flexibilidade das aulas.

Por causa desse crescimento, o mercado está aberto para os alunos dos cursos a distância. As empresas estão à procura de profissionais qualificados, disciplinados e engajados. Por isso, muitas corporações importantes não fazem distinção entre cursos de graduação ou especialização presenciais ou a distância.

De acordo com a reportagem publicada pela Folha de S. Paulo no dia 29 de julho de 2013, as empresas não costumam questionar a modalidade na qual o curso foi realizado, pois acreditam que, assim como os cursos presenciais, a formação EAD têm muitos pontos positivos. Segundo os entrevistados, a educação a distância é uma realidade sólida e crescente, que traz como vantagem a proatividade e a auto-organização, já que o aluno precisa estudar sozinho.

Além disso, com as ferramentas tecnológicas disponíveis atualmente, os alunos têm a oportunidade de interagir e debater com professores e colegas da turma em tempo real, por meio de chats e fóruns, atividades que nem sempre são contempladas em cursos presenciais.

Segundo Adriana Barroso, coordenadora do Núcleo de Educação a Distância da Metodista, a educação a distância traz um importante benefício: o networking. A professora explica que ao estudar na modalidade a distância, o aluno tem a possibilidade de construir uma rede de contatos nacional e internacional, podendo conhecer melhor realidades políticas, culturais e sociais de outros lugares. Essa troca de experiências é fundamental para complementar o aprendizado e ampliar o conhecimento.

Além desse benefício, Barroso afirma que não há muitas diferenças entre os cursos presenciais e a distância. “O que muda é a necessidade da presença na sala de aula. Na modalidade EAD, o aluno tem mais flexibilidade, porém, continua a obrigatoriedade de cumprir determinada carga horária”.

Assista à entrevista da professora Dra. Adriana Barroso na íntegra:

 

 

Veja a reportagem publicada pela Folha de S. Paulo na íntegra

Saiba mais sobre o depoimento de Fredric Litto

Comunicar erros