Sobre a Brinquedoteca

img_slide_index.pngSobre a Brinquedoteca

A brinquedoteca do curso de Pedagogia da Universidade Metodista de São Paulo vem se constituindo como espaço privilegiado onde os alunos e alunas “podem não só observar a criança, mas também desenvolver atividades com vistas ao aperfeiçoamento profissional” (KISHIMOTO, 1996, p. 59-60[1]).

A primeira brinquedoteca foi inaugurada em novembro de 1999, sob a coordenação da Profa. Hulda de Freitas Daghlian, no campus Vergueiro em São Bernardo do Campo, com a preocupação de formar professores e professoras que valorizassem a ludicidade em suas práticas pedagógicas.

Desde então, este espaço tem sido constantemente repensando no intuito de atender cada vez melhor não só a comunidade acadêmica como também a comunidade local em que está inserido.

Nesse sentido, no final de 2008, sob a coordenação da Profa. Marta Regina Paulo da Silva, foi definido como eixo de trabalho da brinquedoteca a interface “Brinquedo, Arte e Educação”, marcando desta forma duas grandes preocupações presentes no Projeto Político-Pedagógico do curso de Pedagogia da UMESP: a formação cultural dos/as estudantes e a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão. O objetivo é que neste local professores/as e alunos/as possam explorar as diferentes possibilidades do brinquedo e das artes, subsidiando desta forma estudos e pesquisas que ressaltem a importância dos mesmos para a educação.

A partir deste eixo, em outubro de 2010 foram criadas as primeiras brinquedotecas em alguns polos da EAD, com a perspectiva de ampliação gradativa para todos os polos.

Dentre as atividades desenvolvidas na brinquedoteca, destacam-se aquelas voltadas às brincadeiras e às diferentes linguagens artísticas com vistas ao atendimento da comunidade interna e externa, além da realização de projetos de extensão e pesquisa que tenham como objeto de estudo o brincar e as diferentes formas de expressão humana.

Nesta perspectiva, são objetivos deste trabalho:

- Proporcionar atividades relacionadas às brincadeiras e às artes no intuito de formar professores e professoras que respeitem e considerem em sua prática pedagógica o brincar e as múltiplas linguagens das crianças, jovens e adultos;

- Possibilitar a participação dos/as estudantes em atividades artísticas de modo a contribuir com a formação cultural dos/as mesmos/as;

- Oferecer espaço aos alunos e alunas para vivenciarem e refletirem sobre práticas pedagógicas que considerem a dimensão lúdica e estética na formação humana e no processo de construção do conhecimento;

- Favorecer o conhecimento e a investigação de expressões da cultura popular, afim de resgatar e valorizar várias destas manifestações;

- Oferecer espaço para pesquisas e projetos de extensão que tenham foco nas relações arte, brinquedo e educação afim de contribuir com os estudos da área.

Equipe

Profa. Ms. Silvia Perrone de Lima Freitas - Coordenadora do Curso de Pedagogia

Profa. Dra. Marta Regina Paulo da Silva e Profa. Ms. Maria Inês Breccio - Coordenadoras da Brinquedoteca

 

 


[1] KISHIMOTO, Tizuko M. Diferentes tipos de brinquedotecas. In: FRIEDMANN, Adriana et AL. O direito de brincar: a brinquedoteca. 3. Ed. São Paulo: Scritta: Abrinq, 1996.

 

Comunicar erros

Todos os direitos reservados, proibida a reprodução, cópia ou uso sem autorização da Universidade Metodista de São Paulo.