Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Medicina Veterinária / Notícias / Homeopatia para animais é crescente, mostra especialista na 21ª Semana de Medicina Veterinária

Homeopatia para animais é crescente, mostra especialista na 21ª Semana de Medicina Veterinária

Evento acadêmico se estende de 27 a 31 de agosto com programação ampla

29/08/2018 19h44

Ricardo Melotti, da Real H, fala sobre homeopatia para equinos

Semelhante aos seres humanos, tratamentos de animais pela homeopatia são indicados para qualquer doença não-cirúrgica e com igual vantagem de não provocar efeitos colaterais. Sua aplicação é tanto curativa como preventiva e a tendência é ser adotada em larga escala para todos os animais, de pets a equinos.

“Em cavalos de corrida, por exemplo, há estudos científicos comprovando a melhoria de desempenho em competições e em tranquilizar o animal durante a prova esportiva ou em uma viagem. Tem também a função de limpar o organismo de resíduos tóxicos, caso o animal seja submetido a algum teste de doping”, explica Carlos Eduardo de Oliveira, do Laboratório Real H, um dos palestrantes na 21ª Semana Acadêmica de Medicina Veterinária da Universidade Metodista de São Paulo, que falou sobre Homeopatia Populacional Aplicada a Pets.

O benefício do método terapêutico, além de não ter contraindicações como nos tratamentos alopáticos, é a dosagem semelhante para bichos de qualquer porte. Ele citou o exemplo do Anizen, utilizado para reduzir a irritabilidade de animais, que pode ser aplicado em borrifadas orais seja em um cavalo ou em cão shitzu micro.

“Como produtos homeopáticos não têm contraindicação, basta medir as doses. A mesma homeopatia usada em cavalos é útil aos pássaros. Na alopatia não ocorre isso. A dose que se usa em um elefante não pode ser a mesma de um cão, sob risco de morte”, falou em palestra na manhã de 28 de agosto, replicada à noite por Ricardo Melotti, também executivo da Real H, que abordou como tema Homeopatia Populacional Aplicada a Equinos.

A homeopatia para animais é ministrada por meio da alimentação ou em componentes da ração. Como referência de como essa terapia se propaga, somente a Real H tem 120 itens na linha de grandes animais e mais de duas dezenas para pets, com tratamentos que vão de carrapatos e problemas cardíacos.

Reequilíbrio de energias

Não existem doenças específicas em que a homeopatia aja com maior eficácia. Como o princípio é trabalhar com produtos naturais para levar o próprio organismo a reagir em direção à cura, o objetivo é recuperar o equilíbrio da energia de seres vivos quando doentes. “Não somos contra a alopatia, mas podemos um complementar o outro”, disse Ricardo Melotti.

A 21ª Semana Acadêmica de Medicina Veterinária da Metodista ocorre no campus Planalto de 27 a 31 de agosto. A programação reúne palestras e apresentações com especialistas e convidados para módulos sobre anestesiologia, cirurgia, clínica de pequenos animais, felinos, animais aquáticos e selvagens, medicina equina, produção animal e Thipoa, além de nova abordagem sobre diagnósticos. Veja imagens:

 XXI SAMVET (Semana Acadêmica de Medicina Veterinária), de 27 a 31 de agosto

Esta matéria foi publicada no Jornal da Metodista.
Conheça Outras.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , , ,

NILTON ABREU ZANCO - COORDENADOR
nilton-zanco.jpg
Veja o minicurrículo

 


Receba informações de oferecimento deste curso

 

Receba informações de oferecimento sobre esse curso:

X