Ir para o conteúdo.

.
Você está aqui: Página Inicial / JBCC / Professor da Universidade do Texas dialogou sobre consumo e inclusão digital na UMESP

Professor da Universidade do Texas dialogou sobre consumo e inclusão digital na UMESP

23/06/2017 14h15 - última modificação 24/06/2017 21h16

Professor Joseph Straubhaar. Foto: Pedro Zuccolotto

Pedro Zuccolotto

No dia 14 de junho, aconteceu na Universidade Metodista de São Paulo (UMESP), um palestra com o professor Joseph Straubhaar, da Universidade do Texas. Seus estudos têm foco em Mídia, Cultura, Inclusão digital, Mídia e Migração e dedicando-se também a estudos dos fenômenos comunicacionais no Brasil, sendo considerado um brasilianista, segundo a categorização do professor José Marques de Melo.

Participaram do evento membros de diversos grupos de pesquisa da UMESP: NPjor - Novas Práticas em Jornalismo, liderado pela coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social (Póscom) Marli dos Santos; Coling – Comunicação e Linguagem, liderado pela professora do Póscom Elizabeth Gonçalves; e também do CiCO – Comunicação, identidade e consumo, liderado pela professora Marcia Perencin Tondato, do Programa de Pós-graduação em Comunicação e Práticas de Consumo da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM).

Durante a palestra, Joseph dialogou sobre o consumo digital da mídia pela população através da internet por aparelhos como celulares e computadores, ou seja, a inclusão digital dos não aptos à tecnologia. É preciso, segundo ele, entender as necessidades e os desejos da população que se exclui do ambiente digital. “É preciso perceber que eles não veem a mesma vantagem de usar o mundo digital que eu vejo, por exemplo”, afirmou o professor.

Segundo ele, influências culturais, educacionais e econômicas são fatores também relevantes ao se analisar o consumo e a inclusão digital. Culturalmente, um país pode estar mais ou menos ligado ao desenvolvimento tecnológico e ao uso de tecnologias digitais. No quesito educacional, países mais desenvolvidos já fundem o uso da tecnologia ao processo educacional. No âmbito econômico, nações cuja a população tem maior poder econômico tendem a consumir e ter maior acesso à tecnologia. A Noruega, por exemplo, foi o primeiro país que iniciou o plano de desligar todas as rádios de frequência FM para ter apenas rádios digitais.

Para finalizar, Joseph Straubhaar abriu um debate com todos os presentes sobre as questões da inclusão digital e consumo de mídia. A palestra do professor estadunidense é uma das diversas ações desenvolvidas pelo Póscom no âmbito a internacionalização, como garantia de interação e compartilhamento de reflexões sobre o campo da comunicação com pesquisadores do Brasil e de outros países.

Para mais informações a respeito do consumo de mídia no Brasil, você pode acessar o Relatório Final Pesquisa Brasileira de Mídia de 2016 feito Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República.

Comunicar erros