Ir para o conteúdo.

.
Você está aqui: Página Inicial / JBCC / Morre professor José Marques de Melo, aos 75 anos, em São Paulo

Morre professor José Marques de Melo, aos 75 anos, em São Paulo

Pesquisador foi o primeiro doutor em Comunicação do Brasil

20/06/2018 20h10 - última modificação 20/06/2018 20h31

Arquivo: Hemeroteca José Marques de Melo

Igor Neves

Nila Maria

Morreu, nesta quarta-feira, 20, por volta das 15h, o professor e pesquisador José Marques de Melo, em sua casa na cidade de São Paulo, devido a um infarto fulminante.

Marques de Melo nasceu na cidade de Palmeira dos Índios, em Alagoas, em 1943. Começou a trabalhar no jornalismo já com 16 anos em jornais como o Gazeta de Alagoas e Jornal de Alagoas. Formou-se em jornalismo na Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP), em 1964, e dava início a uma das mais brilhantes carreiras do meio acadêmico brasileiro.

Teve como principal influência o legado de Luiz Beltrão, de quem foi assistente no início de sua carreira acadêmica, em 1966, na UNICAP. Participou da fundação da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), em 1967. E foi na USP que defendeu a primeira tese de doutorado do Brasil sobre sobre o jornalismo.

O pesquisador sofreu perseguição do regime militar e teve de parar de lecionar na USP. Foi somente em 2015 que recebeu formalmente sua anistia e um pedido de desculpas do governo brasileiro. Também no período da Ditadura, Marques de Melo veio, então, para a Universidade Metodista, onde também ajudou a fundar o programa de pós-graduação em comunicação.

Desde 1996 foi titular da Cátedra Unesco de Comunicação para o Desenvolvimento Regional.

O corpo do professor será velado no Cemitério do Morumbi na noite de hoje, a partir das 22h, e o enterro será no mesmo local às 11h desta quinta-feira.

 

Comunicar erros