Ir para o conteúdo.

.
Você está aqui: Página Inicial / JBCC / Colóquio Latino-Americano discute os novos cenários midiáticos

Colóquio Latino-Americano discute os novos cenários midiáticos

14/09/2017 16h12

Foto: equipe Positivo

Pedro Zuccolotto

Foi realizado, nos dias 4 e 5 de setembro, o II Colóquio Latino-Americano de Ciências da Comunicação, que discutiu os “Novos cenários mediáticos: Olhares (críticos) da pesquisa latino-americana em comunicação”. A primeira mesa discutiu os “Desafios da construção da cidadania e da consolidação da democracia na América Latina: o que e para que estudar a mídia?” e reuniu os pesquisadores José Marques de Melo (Brasil), Delia Crovi (México), Gabriel Kaplún (Uruguai) e Othon Jambeiro (Brasil).

José Marques de Melo ressaltou o caráter ainda atual do livro “O problema da imprensa”, escrito em 1923 por Barbosa Lima Sobrinho. Na obra, os jornais são apresentados como reflexo da sociedade em que são editados. Gabriel Kaplún afirmou que “a internet é um espaço de batalha entre grupos de comunicação nacionais e transnacionais” e Othon Jambeiro declarou que “não há inclusão digital possível sem inclusão social”.

Ainda no dia 4, a mesa da tarde teve como tema “Abordar novos cenários a partir do ensino das teorias da comunicação: o que estudamos, o que estudar?”, com Raúl Fuentes (México), Luiz Claudio Martino (UnB), Karina Woitowicz (UEPG) e Luiz Mauro Sá Martino (Cásper Líbero). Raúl Fuentes acredita, em relação à teoria da comunicação, que fazer as perguntas centrais é mais importante do que respondê-las. Luiz Mauro enfatizou a importância de permitir que a teoria de comunicação dialogue com os jovens para que faça sentido para eles. Luiz Claudio afirmou que “muitas teorias são tratadas como se fossem de comunicação, quando estão ligadas a outros campos”. Por fim, Karina Woitowicz questionou, dando ênfase aos movimentos sociais: “que teorias estamos usando para pensar a realidade?”.

Completaram a programação do Colóquio Latino-Americano as mesas “(Re)pensar metodologias de pesquisa para o novo cenário mediático: que estratégias de análise adotar?”, com Antonio Fausto Neto, Juliano Domingues e Maria Immacolata Vassalo de Lopes, do Brasil, e Washington Uranga, da Argentina, e “Recepção da pesquisa latino-americana em comunicação (ad-extra e ad-intra): quem somos dentro e fora?”, com Joaquim Paulo Serra (Portugal), Gustavo Cimadevilla (Argentina), Maria Cristina Gobbi e Cicilia Peruzzo, do Brasil.


O professor Gabriel Kaplún esteve em todas as mesas do Colóquio e fez sua avaliação do evento no vídeo abaixo:

Comunicar erros