Ir para o conteúdo.

.
Você está aqui: Página Inicial / JBCC / Cátedra UNESCO/Metodista de Comunicação para o Desenvolvimento Regional completa 20 anos de existência

Cátedra UNESCO/Metodista de Comunicação para o Desenvolvimento Regional completa 20 anos de existência

25/05/2016 20h23

Arthur Marchetto

No dia 21 de maio de 1996 a Cátedra UNESCO/Metodista de Comunicação para o Desenvolvimento Regional foi criada e instalada na Universidade Metodista de São Paulo, no Campus Rudge Ramos. A história começa no fim de 1945, quando foi criada a UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) para incrementar o desenvolvimento social e o diálogo entre os países. Em junho de 1964 foi estabelecida oficialmente a representação brasileira da UNESCO, dando início à uma série de ações, entre as quais a integração ao programa “Cátedras da UNESCO”. A iniciativa tinha por objetivo apoiar a formação no campo da educação superior, graduação e pós-graduação, através do tripé educacional - ensino, pesquisa e extensão - e o intercâmbio de conhecimentos entre os países em desenvolvimento. Das trinta Cátedras de Comunicação espalhadas pelo mundo, oito delas se encontram na América Latina: Brasil, Chile, Colômbia, República Dominicana, Guatemala, México, Peru e Uruguai.

A gestação da Cátedra UNESCO/UMESP de Comunicação para o Desenvolvimento Regional começou em outubro de 1994. O professor José Marques de Melo foi consultado sobre a possibilidade da Universidade Metodista sediar uma das Cátedras de Comunicação previstas para a América Latina. E em abril de 1995, representantes da UNESCO visitaram a Universidade, verificando a infraestrutura e a qualidade do ensino oferecidos. O Seminário Internacional sobre Comunicação e Identidades Culturais na América Latina, que ocorreu em junho daquele ano, constituiu oportunidade adequada para discutir e negociar os rumos da futura Cátedra. E logo em 1996 foi realizada a sessão de instalação da Cátedra UNESCO na Universidade Metodista de São Paulo.

A Cátedra UNESCO pretende atingir uma pluralidade e diversidade nas iniciativas adotadas, constituindo um dos principais centros de estudos dos fenômenos sociais, culturais e comunicacionais no Brasil, nos países latino-americanos e naqueles que abraçam a Língua Portuguesa. Atualmente a Cátedra promove eventos, disponibiliza espaço e acervo para pesquisas no nível de ensino superior, fomenta estudos, participa da organização da revista Comunicação & Sociedade, além de publicar uma diversidade de obras acadêmicas relacionadas ao seu campo de atuação, incluindo a edição regular de seu Anuário. 

Comunicar erros