Ir para o conteúdo.

Ferramentas Pessoais

Facebook da Metodista Youtube da Metodista Twitter da Metodista Linkendin da Metodista
Você está aqui: Página Inicial / Sala de Imprensa / clipping_digital / Notícias / Março / Dia 17 de Março / Mulheres em Destaque: Educação

Mulheres em Destaque: Educação

15/03/2008

Acaba neste domingo a votação da segunda edição do prêmio Mulheres em Destaque, promovido pelo Diário. Para participar, o interessado precisa entrar no site do jornal, clicar no link do concurso e escolher uma entre as três finalistas de cada uma das 13 categorias. Para validar seu voto, o internauta deve informar nome e e-mail.

As categorias do prêmio são: Beleza, Comunicação, Cultura, Decoração e Arquitetura, Direito, Educação, Empresarial, Esportes, Gastronomia, Moda, Saúde, Terceiro Setor e Pesquisa, Ciência e Tecnologia.

As vencedoras serão anunciadas em cerimônia no Teatro Municipal de Santo André, no próximo dia 25. As eleitas receberão um troféu em formato de flor estilizada, igual ao oferecido na edição passada.

O prêmio tem como finalidade prestigiar o trabalho de mulheres que nasceram, moram ou atuam na região. As indicações foram feitas por leitores ou entidades que representam cada setor. Nesta página, você terá informações sobre as indicadas na categoria Educação.

São elas: a professora Thaís Faria, que desenvolve o projeto Vô Di – Leitores de Luz; a diretora da EE Therezinha Sartori, Rita de Fátima Sola, que exerce papel de liderança entre os docentes de Mauá; e a professora de Inglês e escritora Yolanda Ascêncio, que superou a deficiência visual e deu até nome para uma escola em São Caetano.

Thaís Faria
O hábito da leitura pode melhorar a capacidade de aprendizagem e transformar a vida dos adolescentes. Esse é o princípio que norteia o trabalho da professora Thaís Faria, de 24 anos, idealizadora do programa Vô Di – Leitores de Luz, que já foi realizado em Santo André e em Ribeirão Pires.

Há cinco anos, ela percebeu a falta de interesse que seus alunos de 5ª a 8ª séries do ensino fundamental demonstravam pela literatura. Na ocasião, resolveu criar o projeto e homenagear seu avô Jurandyr Bolina de Faria, o Di, um dos responsáveis por sua paixão pelos livros.

O Leitores de Luz estimula crianças e jovens estudantes a lerem textos e declamarem poesias a idosos, pessoas hospitalizadas e crianças em orfanatos.

Professora do Instituto Jucaris Faria, em Santo André, e da rede municipal de ensino de Ribeirão Pires, Thaís é formada em Letras pela Universidade Metodista. Ela não esconde a satisfação pelo reconhecimento de seu projeto.

“Foi uma grande surpresa. Fiquei muito feliz e vi que era uma chance de mostrar um trabalho que deu certo para que outras pessoas possam realizá-lo e tenham sucesso. Não tem nada melhor do que ver seus alunos lendo bem”, afirma.

Thaís também agradeceu ao Diário pela idéia de premiar as mulheres que se destacam em suas profissões. “O jornal está de parabéns. Espero que a minha indicação prove que é possível estimular o gosto dos alunos pelos livros”, frisa Thaís.

Yolanda Ascêncio
Símbolo de persistência e superação, a professora aposentada Yolanda Ascêncio leciona em São Caetano há 30 anos. Desde a infância, convive com as dificuldades inerentes à deficiência visual, em decorrência de um glaucoma.

Aos 7 anos de idade, Yolanda foi enviada pelos pais ao colégio interno Padre Chico, em São Paulo, especializado em educação para cegos. A dedicação aos estudos deu resultados.

Ela se formou em Letras Anglo-Germânicas, Pedagogia, Direito e Administração e Supervisão Escolar. “Tive muito apoio da minha família, dos meus amigos e uma grande força de vontade. Sempre quis muito ser uma boa professora”, afirma Yolanda, de 72 anos.

Por conta de sua carreira exemplar, não lhe faltaram tributos em sua cidade. Para ela, ser indicada ao Mulheres em Destaque tem um valor especial entre tantas honrarias. “Já recebi muitas homenagens em minha vida. Sou até nome de escola aqui em São Caetano. Quando achava que não receberia mais nenhuma, fui indicada para esse prêmio do Diário. Deus está me mostrando que ainda tenho muitas coisas a fazer”, frisa Yolanda.

Autora de 17 livros, a professora aposentada prepara mais uma obra, ainda sem previsão de lançamento. “O livro se chama Veredas e reúne sonetos que eu escrevo. Não sei se será lançado ainda este ano”.

Rita de Fátima Sola
A professora Rita de Fátima Sola, de 43 anos, é um exemplo de competência e liderança no setor educacional do Grande ABC. Formada em pedagogia, com especialização em gestão educacional, ela consolidou sua carreira em escolas públicas da região. Além de lecionar, exerceu as funções de supervisora de ensino e diretora. Atualmente, é responsável pela direção da EE Professora Therezinha Sartori, em Mauá.

A escola é considerada modelo de bom ensino e disciplina. Rita atua em Mauá desde 2002 e sempre teve como objetivo provar que a escola pública pode e deve ser de qualidade. Ela acredita que todo aluno é capaz de aprender e fazer a diferença na sociedade em que vive.

Desde então, Rita desenvolve uma série de ações junto à comunidade, com ênfase na promoção do aluno como agente transformador.

De acordo com a diretora, a indicação para o prêmio Mulheres em Destaque não é apenas o reconhecimento de seu profissionalismo, mas a consagração de um esforço coletivo.

“Fico feliz com essa indicação porque ela é o reconhecimento da comunidade. Esse não é um prêmio só meu, mas da equipe de professores e dos alunos".

Rita também elogiou o prêmio criado pelo jornal. “Realmente, essa é uma iniciativa muito boa, que deve ser realizada mais vezes.”


Fonte: Diário do Grande ABC