Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / RPCOM / Sociedade & Meio Ambiente / O impacto da cultura socioambiental nas escolas

O impacto da cultura socioambiental nas escolas

Colégios investem em iniciativas com alunos e professores

07/09/2017 01h10

Apresentação dos alunos para a feira cultural: “Cooperar pela água e um mundo melhor”

Beatriz Costa
Bianca Costa
Foto: divulgação

 A poluição não é nenhuma novidade, tanto no Brasil quanto no mundo, como mostra um novo modelo de medição da qualidade do ar da OMS (Organização Mundial da Saúde) que apontou recentemente que “92% da população mundial vive em locais onde os níveis de qualidade do ar excedem os limites da organização”, a situação é alarmante e pede atenção. Apesar de ser um assunto importante, que muitas vezes é deixado de lado, existem instituições educacionais que têm mostrado preocupação a respeito do tema.

A consciência socioambiental já não se trata mais de um tema para projetos com intervalos semestrais e afins apenas para tapar um buraco, mas sim parte da cultura de alguns colégios. Um exemplo disso são as iniciativas do Colégio Stagio, em São Bernardo do Campo, que "tem como missão a formação do cidadão", mostrando sempre um comportamento de preservação e respeito ao meio ambiente e que leva isso a seus alunos.

O Colégio Stagio já fez vários projetos, nos quais a direção propôs os temas e os professores, juntamente com a coordenação, realizaram. Atualmente está em vigor o projeto de reciclagem, além da participação no projeto Agenda 21. "A Agenda 21 Brasileira é um processo e instrumento de planejamento participativo para o desenvolvimento sustentável e que tem como eixo central a sustentabilidade, compatibilizando a conservação ambiental, a justiça social e o crescimento econômico".

Os temas dos projetos são propostos pela direção do colégio e trabalhados pelos professores. De acordo com a professora de biologia do colégio, Samantha Sagioro, os alunos são muito envolvidos nos projetos e têm bom engajamento. São sempre feitas palestras em datas especificas, como o dia da água e feiras educacionais, em que os alunos apresentam seus projetos, como uma casa sustentável para os pais e a comunidade.

É claro que o papel da escola é um dos mais relevantes na vida de jovens e crianças, afinal, a educação e criação deve ser feita desde sempre, por isso é essencial que os alunos sejam conscientizados sobre a gravidade e a importância da preservação ambiental.

Comunicar erros