Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / RPCOM / Sociedade & Meio Ambiente / Cada vez mais motoristas têm CNH cassada

Cada vez mais motoristas têm CNH cassada

Cresce consideravelmente o número de condutores irregulares em todo Brasil

06/09/2017 23h26

Flávio Aparecido é caminhoneiro autônomo

Luiza Cristina de Freitas
Mariana Purcino Colombo
Foto: Mariana Purcino Colombo

Cresce cada vez mais o número de motoristas circulando com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa ou cassada por todo o Brasil. Segundo o jornal Correio Braziliense, com informações do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran), os números de motoristas irregulares aumentaram 60% em relação ao ano passado. Nos quatro primeiros meses de 2017, 283 condutores foram notificados. No mesmo período em 2016, foram constatadas 111 infrações.

São vários os motivos para ter a CNH cassada e perder o direito de dirigir, como conduzir um veículo com o nível de bebida alcoólica superior ao permitido por lei; não possuir carteira para a categoria do veículo que está em suas mãos e até mesmo possuir condenação por delito de transito. Esse ato resulta em infração gravíssima, com 7 (sete) pontos na carteira, apreensão do veículo e multa.

Flávio Aparecido, 54 anos, caminhoneiro autônomo e motorista há 35 anos, teve sua carta cassada duas vezes. “Com a correria do meu dia a dia e o horário marcado de chegar nas empresas para descarregar o caminhão, tive minha carta cassada duas vezes no prazo de um ano por desrespeitar os horários de restrições e deixar de andar com o veículo na faixa exclusiva a ele”.

Questionado sobre penalidades altas aos motoristas irregulares, se essa medida ajuda ou não no meio ambiente, já que os condutores são proibidos de circular, Flávio diz que não é o suficiente: “seria melhor que tivesse uma ação que apreendesse os veículos com tecnologias ultrapassadas que causam poluição das ruas e rodovias”.

Comunicar erros